Casal que assaltou estações de serviço no Algarve e trouxe sequestrado até Silves, começou a ser julgado

Começou ontem, dia 9 de janeiro, no Tribunal de Faro, o julgamento do casal suspeito de ter assaltado diversas estações de serviço no Algarve e em Espanha, no verão de 2022.

Nélida Alves e Sidney Pereira, de 42 e 44 anos, estão acusado de quatro crimes de roubo agravado, três crimes de sequestro, um crime de coação agravado, um crime de dano simples e dois crimes de falsificação de documentos.

No Algarve, os assaltos às estações de serviço foram vários, incluindo o sequestro de um funcionário de um posto de combustível de Lagos. O homem foi colocado, sob ameaça, na sua própria viatura, e foi deixado à entrada da cidade de Silves, com 20 euros que lhe deram, para que pudesse apanhar um táxi. O casal fugiu depois com a viatura do sequestrado, para escapar à vigilância das autoridades.

Após uma onda de assaltos no Algarve, os dois suspeitos prosseguiram em Espanha os assaltos violentos a estações de serviço, recorrendo sempre à ameaça contra os funcionários, usando uma arma (que veio a verificar-se ser de alarme) e uma faca. Foi em Espanha, em Zamora, que acabaram detidos, através da denúncia de um cidadão que os reconheceu num centro comercial.

Ao que tem sido divulgado, o casal justifica o seu comportamento com o uso excessivo de drogas que ambos tomavam.

Na altura surgiram também notícias que davam conta de que este casal seria suspeito de um triplo homicídio em Braga, mas não foi, até ao momento, conhecido nenhum desenvolvimento deste caso.

O julgamento prossegue, no Tribunal de Faro, no dia 20 de fevereiro, com audição das testemunhas.

Veja Também

Inaugurada Ciclovia/Ecovia de Armação de Pêra

O troço de Armação de Pêra, da Ciclovia/Ecovia do Litoral Sul foi inaugurado formalmente na …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *