2ª edição da Revista Águas do Algarve foca a escassez de água na região

Já se encontra disponível a 2ª Edição da Revista Águas do Algarve, em que o nosso foco temático nos remete para a escassez de água para consumo humano, na região algarvia, mas também numa altura em que a nível internacional, se multiplicam as tensões entre os diferentes usos da água e os objetivos de proteção deste recurso e do ambiente.

«A água é um recurso escasso e essencial para o Algarve, mas a Águas do Algarve teve, têm e quer continuar a ter um papel decisivo para garantir água nas torneiras, manter a qualidade das águas balneares, assegurando caudais ecológicos das nossas linhas de água (…) na certeza de ter capacidade técnica e humana, para dar um contributo decisivo para fazer face aos desafios atuais e futuros que se impõem.

A Águas do Algarve está presente na vida de todos os algarvios e dos milhares de turistas que visitam a região, 24 horas por dia, todos os dias do ano, através do fornecimento de água da torneira de elevada qualidade que fornece, bem como na recolha e tratamento dos efluentes domésticos.

Se falar de seca, de escassez, da fragilidade da sua atual disponibilidade, é tema que neste momento está no topo de abertura dos noticiários nacionais e internacionais, sendo o sentimento de incerteza perante as alterações climáticas crescente, continuamos, contudo, a gastar muito mais água do que aquela que verdadeiramente necessitamos. Muitos ainda se esquecem que estamos a falar de um bem essencial, que vai influenciar a maneira de como iremos viver no futuro, onde não podemos esquecer as gerações vindouras. O que cada um fizer hoje, vai influenciar o amanhã!!!Temos de ser mais ambiciosos nesta tarefa. Todos Nós, seres humanos, temos a responsabilidade de preservar a água, ser mais eficientes na gestão deste recurso essencial à vida. Não nos podemos esquecer de que a eficiência é a principal origem da água. E…Falar em eficiência significa falar em desperdício! Precisamos de orientar as nossas motivações em torno de uma economia circular aplicada ao setor hídrico. Mas disso falaremos na próxima edição da revista.

Mas as preocupações com a gestão eficiente da água não devem ocorrer só em períodos de seca como a que vivemos. Mais do que nunca, urge a necessidade de ação num esforço concertado e articulado entre as diferentes áreas do conhecimento e de todas as partes interessadas, numa análise conjunta de possíveis cenários, e respetivos impactos que assentem em soluções robustas e resilientes para um amanhã cada vez mais incerto. A próxima edição, a sair já no próximo trimestre, será dedicada à Reutilização.»

A 2ª edição pode ser vista online https://issuu.com/adalgarve/docs/revista_guas_do_algarve_n._2_-_2022

Fonte: Águas do Algarve

Veja Também

Apresentação em Silves da “Agenda Teen – Um Guia para a Tua Adolescência”

A Biblioteca Municipal de Silves vai receber, no dia 28 de janeiro, pelas 15h00, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.