Exercício da Proteção Civil do Algarve replica tornado que atingiu Silves em 2012

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil testou esta terça e quarta-feira sectorialmente o Plano de Emergência de Proteção Civil do Algarve na dimensão da resposta ao alojamento de emergência e logística de apoio às populações, face a um acidente grave ou catástrofe, com a instalação de Zonas de Concentração e Apoio à População (ZCAP).

O cenário fictício replicou a ocorrência do tornado que afetou o Barlavento Algarvio em 2012, entre a praia do Carvoeiro e São Marcos da Serra, com registos de danos nos concelhos de Lagoa, Lagos, Portimão e Silves.

O exercício LivEx (Live Exercise), com movimentação de meios reais, envolveu todos os Municípios da região do Algarve, nomeadamente os dirigentes e técnicos dos Serviços Municipais de Proteção Civil e das demais unidades orgânicas responsáveis pela ação social, logística, apoio psicológico e informação pública, que se juntaram, no Complexo Desportivo de Lagos, aos Agentes de Proteção Civil e entidades cooperantes que concorrem para materialização desta importante valência de apoio às populações, como é o caso da Autoridade Marítima Nacional, da Guarda Nacional Republicana, da Policia de Segurança Pública, dos Corpos de Bombeiros, do Instituto da Segurança Social, do Instituto Nacional de Emergência Médica, da Cruz Vermelha Portuguesa, do Corpo Nacional de Escutas e Juntas de Freguesia.

No Posto de Comando Municipal instalado junto ao recinto, foi ativado um Núcleo de Coordenação do Apoio Psicológico e Social de Emergência (NCAPSE) que coordenou as diferentes ZCAP ativadas para acolher os cerca de 100 figurantes que participaram neste exercício, entre os quais alunos dos Cursos de Técnico de Proteção Civil dos concelhos de Lagos e Portimão.

A par da instalação de uma ZCAP no pavilhão do Complexo desportivo de Lagos, com recurso às capacidades do Serviço Municipal de Proteção Civil de Lagos, foi ainda testado o apoio supramunicipal com a projeção do módulo logístico para situações de exceção do Serviço Municipal de Proteção Civil de Portimão, o qual permite instalar em qualquer ponto do território, em formato de campanha, uma capacidade de alojamento de emergência em tendas insufláveis climatizadas, nas diferentes dimensões de uma ZCAP.

As ZCAP são áreas instaladas em edifícios ou recintos, podendo assumir a modalidade de campo de tendas, e que congregam valências e áreas funcionais no âmbito do apoio psicossocial em emergência, essencial para proporcionar aos indivíduos e às famílias um lugar seguro para pernoitar ou descansar, antes, durante e após um acidente grave ou catástrofe, onde é igualmente assegurada a sua alimentação, agasalhos, apoio psicológico e cuidados básicos de saúde. Na sua preparação é considerada a capacidade de acolher pessoas com deficiência ou dependência e acomodam uma resposta adequada às necessidades dos utilizadores, nomeadamente as baseadas nas crenças religiosas. No local é instalado um serviço de apoio à reunificação familiar e são disponibilizadas áreas lúdicas e de higiene para crianças e famílias, bem como espaços dedicados aos animais de companhia.

 

Fonte: CREPC Algarve

Veja Também

Criados 24 Comandos Sub-Regionais de Emergência e Proteção Civil

Os Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) foram substituídos na passada quarta-feira, dia 4 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.