CHUA inaugura novo Laboratório de Eletroencefalografia com equipamento de EEG de alta tecnologia

O Cento Hospitalar Universitário do Algarve inaugurou ontem, dia 14 de fevereiro, as novas instalações do Laboratório de Eletroencefalografia (EEG) da Unidade de Neurofisiologia, bem como um novo equipamento de EEG de Alta Tecnologia.

Este novo equipamento auxilia no diagnóstico de variadas doenças neurológicas, permitindo a realização de EEGs em ambulatório, EEGs contínuos em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), monitorizações Vídeo-EEG com sono noturno, entre outros exames. O novo laboratório será uma mais-valia para o CHUA e sobretudo para os seus utentes, melhorando a resposta da Neurofisiologia a toda a população do Algarve. As novas valências de eletroencefalografia permitem que o CHUA se torne um centro de referência na área, apostando na inovação e qualificação da oferta na Neurofisiologia e respondendo às necessidades da população adulta e pediátrica”, referiu a técnica coordenadora, Ana Magalhães.

Presente na cerimónia, o diretor Clínico do CHUA, Horácio Guerreiro, destacou a importância do investimento em tecnologia de ponta como um aspeto primordial para a qualidade na prestação de cuidados diferenciados, bem como para a retenção e captação de profissionais de saúde, “que começam agora a encontrar no CHUA mais oportunidades de diferenciação clínica e técnica. As nossas propostas de investimento estão bem estruturadas. Estamos a preparar um futuro, não estamos à espera do novo hospital para elevar a diferenciação tecnológica nos atuais hospitais. Temos que trabalhar mais, melhor e com maior diferenciação, elevando o potencial clínico e científico do Centro Hospitalar. Eu acredito muito no CHUA, na ligação com a Universidade, na internacionalização e nos projetos de cooperação, perspetivando novas oportunidades em termos de investigação e de recursos humanos”, frisou o diretor clínico.

O vogal executivo do Conselho de Administração, Paulo Neves, reforçou a ideia da importância do investimento nos atuais hospitais no sentido de continuar a garantir respostas de qualidade e diferenciadas. “Só nestes meses de mandato, estamos a executar 7 milhões de euros de investimento em novas respostas em saúde mormente em Faro, Portimão e Lagos”, sublinhando que, até à construção do novo Hospital Central do Algarve, é necessário continuar a investir nestes, em particular em equipamentos transferíveis mas que sejam já disponibilizados aos nossos doentes.

Fonte: CHUA

Veja Também

Vai de férias? Dez cuidados para proteger os seus ouvidos no verão

Com o bom tempo a fazer-se sentir e as temperaturas a aumentar, as idas à …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *