Municípios do Algarve decidem cancelar festejos de passagem de ano

“No contexto de pandemia que atualmente se vive, e atendendo à recente evolução epidemiológica”, os 16 Municípios do Algarve deliberaram, na reunião da AMAL, de dia 3 de dezembro, não realizar os espetáculos e festas de Passagem de Ano nos concelhos da região.

Mesmo que estas iniciativas fossem de realização ao ar livre, teriam que obedecer a um conjunto de orientações da DGS que os autarcas afirmam não haver condições para serem cumpridas, uma vez que implicam uma grande concentração de pessoas. Quanto ao fogo-de-artifício, alguns autarcas irão manter essa tradição, sendo que outros decidiram não avançar uma vez que podem promover aglomeração de pessoas. Por esta razão também foram canceladas várias iniciativas que integravam a programação de Natal.
“Conscientes de que esta decisão poderá trazer constrangimentos aos empresários e comerciantes da região, defendem que, nesta altura, o foco deverá estar centrado na proteção da saúde e bem-estar da população do Algarve, razão pela qual a Comunidade Intermunicipal do Algarve apela, uma vez mais, para que continuem a ser cumpridas as recomendações da Direção-Geral da Saúde.”

Recorda-se que, de acordo com o já anunciado pelo Governo, todo o país se encontra, até dia 20 de março de 2022, em Estado de Calamidade.

Veja Também

AMAL aprovou orçamento para 2022- alterações climáticas será uma das bandeiras

As Grandes Opções do Plano (GOP) e Orçamento da Comunidade Intermunicipal do Algarve para 2022, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *