Jornadas da Rede de Museus do Algarve

O pequeno auditório do Teatro das Figuras, em Faro, será o palco para a quarta edição das Jornadas da Rede de Museus do Algarve, que vai acontecer nos próximos dias 11 e 12 de novembro. Sob o tema “Conservar o Património em Portugal – Boas e más práticas”, este encontro anual vai juntar especialistas e responsáveis de diversas instituições regionais e nacionais que vão refletir e discutir sobre temas ligados ao papel dos museus na conservação do património.

Sandra Costa Saldanha, diretora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja; Joana Amaral, conservadora da Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A, e Aida Carvalho, presidente da Fundação Côa Parque, são três das presenças nos dois primeiros painéis temáticos (11 de novembro): “Sensibilizar para preservar: o papel dos museus na conservação do património cultural” e “As intervenções no património cultural – Quando o ‘belo’ se sobrepõe ao original”.

Além da procura de uma sensibilização mais ampla da sociedade e de um olhar sobre algumas experiências nacionais, as atenções vão centrar-se também na proteção do património cultural regional e no leque de experiências e intervenções desenvolvidas nos últimos anos pelos museus da região, no âmbito do terceiro painel temático (dia 12 de novembro): “As intervenções no património cultural do Algarve”.

Para estas reflexões e debates que decorrerão em formato misto (presencial e online), estarão presentes, para além dos responsáveis já referidos, participantes do Instituto Politécnico de Tomar, Universidade do Algarve, Universidade Nova de Lisboa e de vários museus da região.

A entrada no evento é livre, mas sujeita a inscrição, até ao dia 10 de novembro, através da ligação https://forms.gle/zfC1ZUgm2dbZXmTN6 ou do correio eletrónico jornadas2021.rmalgarve@gmail.com .

Programa e mais informações podem ser obtidos, na página da Rede de Museus do Algarve (https://museusdoalgarve.wordpress.com/).

Veja Também

CDDR e Municípios do Algarve querem garantir cobertura digital no interior e dinamizar rede de aldeias inteligentes

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) da Região do Algarve: CCDR e Municípios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *