Mês de setembro foi de contraste: dos mais quentes e dos mais frios de sempre

O passado mês de setembro foi um mês de contrastes significativos entre a Europa Ocidental e Oriental. Assim na maioria das regiões ocidentais foram registados valores de temperatura muito acima da média, por exemplo o Reino Unido registou seu 2º setembro mais quente de sempre. Por outro lado na parte leste do continente Europeu registaram-se valores de temperatura inferiores à média, por exemplo Helsínquia teve o setembro mais frio desde 1997.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) em Portugal Continental o mês de setembro classificou-se como “normal em relação à temperatura do ar e chuvoso em relação à precipitação”.

Em relação à precipitação na Europa setembro de 2021 foi mais seco do que a média em grandes partes do sul da Europa e mais húmido do que a média na parte oeste da França, na Península Ibérica e ao longo da costa oriental do Mar Negro.

O IPMA acrescenta ainda que “o valor médio da temperatura média do ar, 20.36 °C, foi +0.14 °C superior ao valor normal 1971-2000.

O valor médio de temperatura máxima do ar, 26.13 °C, foi inferior ao valor normal, com uma anomalia de -0.16 °C, sendo o 4º valor mais baixo desde 2000. O valor médio de temperatura mínima do ar, 14.60 °C, foi 0.44 ° C superior ao valor normal.

Durante o corrente mês a temperatura máxima do ar foi quase sempre próxima ou inferior ao valor normal mensal, exceto nos períodos 2 a 6 e 11 a 12. Em relação à temperatura mínima verificaram-se 2 períodos distintos, a 1ª quinzena com valores quase sempre superiores à normal e a 2ª quinzena com valores em geral inferiores à normal.

O valor médio da quantidade de precipitação em setembro, 66.8 mm, foi superior ao valor normal 1971-2000, correspondendo a 159 % e sendo o 4º valor mais alto desde 2000.”

Quanto à seca, o IPMA informa que “no final do mês de setembro 43 % do território estava em situação de seca meteorológica. Verificou-se uma diminuição significativa da área em seca meteorológica em Portugal continental. Mantém-se a situação de seca apenas nas regiões a sul do Tejo onde se verificou com uma diminuição da sua intensidade, predominando agora as classes de seca fraca e moderada.”

 

 

Veja Também

Cursos de Língua Árabe em Silves

Estão abertas as inscrições para os cursos de Língua Árabe ( Níveis 1 e 2), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *