Candidaturas Porta 65 Jovem abertas até 30 de setembro

Decorre, até dia 30 de setembro, o período de candidaturas ao Programa de Arrendamento por Jovens – Porta 65 Jovem. A Câmara Municipal de Silves disponibiliza, através do seu sector de Juventude, apoio à formalização das candidaturas, mediante marcação prévia.

Poderão candidatar-se a este programa todos os jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos (até 36 quando jovem casal), com rendimentos declarados referentes ao ano anterior (2020).

O apoio à formalização das candidaturas está sujeito a marcação prévia através do telefone 282 440 800 (ext.: 2650 ou 2651) ou através do email juventude@cm-silves.pt do Sector de Juventude do Município de Silves.

No ato da candidatura os candidatos deverão fazer-se acompanhar dos seguintes documentos (imprescindíveis):

» Senha online das Finanças (uma por cada elemento candidato), solicitada previamente no site das Finanças

» IRS do ano transato (2020);

» Contrato de arrendamento, onde deverá constar a fração e artigo da habitação (ou Contrato-Promessa de arrendamento);

» Último recibo de renda;

» Documentos de identificação de todos os elementos do agregado familiar (incluindo menores), nomeadamente Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade, Número de Identificação Fiscal e Número de Segurança Social;

» *IRS dos ascendentes (opcional), caso os rendimentos auferidos pelos ascendentes não ultrapassem o valor de três ordenados mínimos nacionais os candidatos recebem maior pontuação na candidatura (20 pontos) e a possibilidade acrescida de receber o apoio supracitado;

» Caso o agregado familiar seja composto por família monoparental, é necessária a apresentação da prova da Regulação das Responsabilidades Parentais;

Os candidatos devem, ainda, disponibilizar endereço de email e NIB de uma conta bancária, a utilizar para efeitos de pagamento. No ato de submissão da candidatura ao Programa, todos os elementos que compõem o agregado familiar devem possuir a morada fiscal da habitação arrendada.

 

Veja Também

Confiança dos portugueses nas instituições melhorou, mas ainda está longe do ideal

A DECO PROTESTE, com as suas congéneres na Bélgica, em Itália e em Espanha, repetiu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *