Pela Saúde Mental!

Num tempo de grandes incertezas e instabilidade, que se reflete em diferentes aspetos da vida pessoal e coletiva, a preservação da saúde mental é fundamental. O papel do psicólogo e dos profissionais ligados à área da saúde mental em geral tem de ser considerado uma prioridade, pois as sequelas deste tempo de pandemia irão refletir-se muito para lá deste tempo presente. As fragilidades já pré-existentes estão a vir ao de cima, novos desafios e adversidades se atravessam no caminho de cada individuo.

Ajudar as pessoas a superar as adversidades, a encontrar novas respostas, aceitarem e lidarem com o turbilhão de emoções que as assolam, muitas vezes de forma avassaladora; ajudar o outro a encontrar-se dentro de si mesmo, esse é o papel dos profissionais de saúde mental, esse é o papel do psicólogo. Por isso, tenho um enorme orgulho nesta profissão e nos muitos profissionais que me ajudaram a crescer e nos que tive a honra de ajudar no seu trajeto.

Vou “roubar” as palavras certas a um colega acerca do ser psicóloga(o), e que dedico a todos os colegas, que conheci e com quem partilhei experiências e aprendi ao longo destes já 28 anos de profissão. A todos os que nestas horas difíceis se dedicam de alma e coração a acolher as pessoas, ouvir, aceitar, entender dores, tristezas e aflições, ajudar a re-significar vivências dolorosas, levá-las e identificar forças e superar dificuldades, a aceitarem-se e a tornarem-se cada vez melhores pessoas, … a construir o sorriso depois das lágrimas.

“Ao psicólogo não é dado o martelo dos juízes, as prerrogativas dos promotores, nem o bisturi dos cirurgiões, somos pequenos clínicos da alma, engenheiros de manutenção da psique, pequenos o bastante para não sermos protagonistas nem julgadores da vida alheia e fortes o bastante para ressuscitar protagonistas. Somos guardiões das maiores capacidades humanas, muitas vezes escondidas por transtornos dos mais diversos. Nosso trabalho é de longo prazo, exige a paciência dos monges, a continência dos soldados e a perspicácia dos sábios. Ser psicólogo não é um status profissional, é uma constante descoberta de si mesmo e do outro, de tantos outros, não é um lugar ao qual chegamos, mas um caminho pelo qual trilhamos, de estudos e descobertas constantes. É poder visitar diariamente universos diferentes, maravilhando-se sempre com a novidade das infinitas possibilidades humanas. Ser psicólogo não é passar o dia ouvindo problemas, mas sim presenciar o desbravamento de caminhos inimagináveis e poder contemplar o sorriso depois das lágrimas, é vislumbrar a mais verdadeira e honesta expressão da pessoa humana em busca de sentido, em busca de si mesma, é poder ver o sucesso da vida sobre a morte e apesar dela. Ser psicólogo é poder assimilar e compreender diferentes e extensas teorias e ainda permanecer-se aberto ao novo e singular de cada pessoa, é ser capaz de ter muitas convicções e a principal delas é a de que sempre haverá algo de muito novo e de muito precioso a se aprender a cada encontro, a cada dia. Ser psicólogo é poder caminhar pelos vales escuros onde ninguém quer ir e convidar os que por lá se perderam a desfrutar a alegria dos dias ensolarados.”
Élison Santos – Psicólogo

Ser psicólogo é uma imensa responsabilidade e uma notável dádiva. Por isso, permitam-me nesta primeira partilha do ano, agradecer a todos os que me deram o privilégio de os ajudar a serem mais felizes, a encontrarem e terem a coragem de desbravar novos caminhos; o privilégio de tantas vezes ter sido a única com quem contar para dividir solidão, angústia, medos, desejos. Grata por ter feito parte das vossas vidas e ter contribuído para a autodescoberta, o autoconhecimento, a aceitação de quem são, para a reconstrução de quem querem e poder ser.

Grata por ter contribuído para os sorrisos depois das lágrimas.

Cuidem da vossa saúde física, mas não esqueçam a vossa Saúde Mental!

Partilhe as suas opiniões, reflexões, sugestões de temas a abordar…. helenamapinto@gmail.com

Veja Também

Já foram vacinados mais de 11 mil bombeiros e 7 mil elementos das forças de segurança

Mais de 7 mil elementos das forças de segurança e mais de 11 mil bombeiros, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *