Presidente da República desloca-se a Messines para encerrar comemorações dos 190 anos de João de Deus

A cerimónia de encerramento das comemorações dos 190 anos do nascimento de João de Deus será presidida pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, contando também com a intervenção da presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma.

Esta sessão decorrerá no próximo dia 14 de dezembro, a partir das 18h45, no auditório Francisco Vargas Mogo, no Crédito Agrícola, em São Bartolomeu de Messines, “e integrará diversas atividades literárias e culturais em homenagem ao pedagogo e poeta, filho da terra, de reconhecido mérito nacional e que será para sempre recordado como uma das mais eminentes figuras do seu tempo e de toda a literatura e pedagogia portuguesas.”

Como informa a Câmara Municipal o final da tarde de 14 de dezembro, será, então, “marcado pela cerimónia de encerramento das comemorações iniciadas em janeiro – sob a chancela da Presidência da República – e interrompidas em março último, devido à pandemia por COVID-19, e que, gradualmente o município tem vindo a repor, em total observância e cumprimento das medidas e normas emanadas pela DGS.”

Da cerimónia farão, também, parte duas apresentações: uma do livro infantil “Fábulas de João de Deus”, ilustrado por Marta Jacinto, e outra da obra “João de Deus – Imortal e intemporal”, um estudo historiográfico, da autoria de Maria João Raminhos, editado pela autarquia em parceria com a editora Colibri. A sessão contará, ainda, com apontamentos musicais pelo projeto Guitarras de Fado.

O programa comemorativo terminará em Silves, pelas 21h00, com o concerto “Se eu fosse uma Nuvem João de Deus Revisitado”, pela Lisbon Poetry Orchestra, que terá lugar na Praça Al-Muthamid.

O espetáculo, produzido em exclusivo para estas comemorações, pretende revisitar a obra do poeta, entrosando a sua lírica à do seu amigo íntimo Antero de Quental e trançando, simultaneamente, uma trajetória entre o passado, o presente e o futuro da poesia e o próprio percurso da Lisbon Poetry Orchestra, numa homenagem à palavra dos poetas Jorge de Sena, Sophia de Mello Breynner Andresen, ao surrealista António José Forte e à novíssima poesia de Cláudia R. Sampaio.

Todas as iniciativas serão transmitidas em livestream através do facebook do Município de Silves.

Veja Também

A toponímia na cidade de Silves – Após a Revolução de Abril

4. Toponímia criada após a Revolução de Abril O 25 de Abril, data marcante da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *