Sindicato de Hotelaria denuncia “aproveitamento” da administração do Amendoeira Golf Resort

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Algarve afirma que a administração do Amendoeira Golf Resort, situado em Alcantarilha “tem vindo a suspender contratos de trabalho e a reduzir o período normal de trabalho de muitos trabalhadores para aproveitar os apoios financeiros e benefícios fiscais e contributivos de combate à COVID-19” disponibilizados pelo Governo.

Estas decisões, segundo o Sindicato  “estarão alegadamente a causar uma degradação acentuada da qualidade do serviço prestado ao cliente e das condições de trabalho, como está a acontecer em várias secções, nomeadamente, na cozinha, na copa, no restaurante, no bar, no buggy-bar, nas limpezas, no serviço de quartos, na manutenção dos campos de golfe, entre outros. A empresa manda os trabalhadores para casa ou reduz-lhes os horários de trabalho e depois pressiona os restantes para trabalharem mais, para fazerem o trabalho deles e dos colegas que estão em casa.”

Além disso, acrescenta o Sindicato de Hotelaria do Algarve, “a qualidade dos campos de golfe, equipamentos, máquinas e infraestruturas está a deteriorar-se; a loiça empilha-se e a limpeza não é feita adequadamente na cozinha e na copa; os buggy-bar avariaram e agora só anda um buggy sem as condições necessárias a circular para os dois campos; o período de almoço das empregadas de quartos e das limpezas foi reduzido para 30 minutos em Julho e Agosto, bem como o número de trabalhadores por casa; no restaurante/bar os trabalhadores têm sido pressionados a fazer horas extras e mal têm tido tempo para comer. Além disso, o Amendoeira Golf Resort mantém a recusa em dar aumentos salariais e continua sem respeitar os direitos dos trabalhadores, nomeadamente, em relação aos horários de trabalho, à conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar, à necessidade de fardamento adequado a cada época do ano, entre outros.”

Esta situação será analisada entre o Sindicato e os trabalhadores que irão reunir para “decidir as medidas a tomar com vista à resolução dos problemas que estão a afectar os trabalhadores e a própria qualidade do serviço prestado ao cliente.”

“O Sindicato da Hotelaria do Algarve irá continuar a denunciar este tipo de aproveitamentos do patronato do sector e exigir que o Governo, em vez de canalizar milhões de euros para os cofres das empresas, tome medidas que verdadeiramente tenham como objetivos a salvaguarda dos postos de trabalho proibindo todo o tipo de despedimentos, a manutenção do poder de compra dos trabalhadores com o pagamento dos salários a 100%, como forma de dinamizar o consumo interno e, por essa via, garantir a manutenção e criação de emprego, bem como garantir a satisfação das necessidades dos trabalhadores e suas famílias, com todas as consequências positivas que essas medidas teriam no crescimento da economia.”

Veja Também

DECO Informa: Descontar IVA para quem pratica atividade física nos ginásios

Delegação Regional do Algarve CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO “Quem pratica atividade física nos ginásios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *