Município de Silves não segue decisão da AMAL – e mantém a intenção de realizar a Feira de Todos os Santos

O Município de Silves anunciou ontem, dia 8 de setembro, que “não acompanha a tomada de decisão da Associação de Municípios do Algarve (AMAL), que resolveu suspender a realização das Feiras Anuais até ao final do ano, devido à pandemia de Covid-19”.

Assim, o “Município de Silves mantém por agora o propósito de realizar a Feira Anual de Todos os Santos (29 de outubro a 1 de novembro), na expetativa de que a situação pandémica o permita, salvaguardando em qualquer caso as orientações da Direção-Geral da Saúde, atenta à necessidade de defender a retoma económica e a normalização da vida em sociedade, combatendo o medo e a resignação”, afirma a autarquia em comunicado.

A decisão de não realizar as feiras anuais, que tradicionalmente decorreriam em vários concelhos do Algarve, nos próximos meses, foi tomada na Reunião do Conselho Intermunicipal da AMAL, que decorreu no dia 4 de setembro. No contexto de pandemia que atualmente se vive os autarcas consideraram “não estar reunidas as condições para permitir a realização de Feiras de caráter anual”.

Apesar destas feiras se realizarem ao ar livre, “teriam que obedecer a um conjunto de orientações da DGS que os autarcas afirmam não haver condições para serem cumpridas, uma vez que implicam uma grande concentração de pessoas.

Fica assim suspensa a realização, por exemplo, da Feira de Santa Iria, em Faro, a Feira de São Miguel, em Olhão, a Feira da Praia, em Vila Real de Santo António, a Feira de São Francisco, em Tavira, a Feira de São Martinho, em Portimão ou a Feira Franca, em Lagos”, informa a AMAL. Esta decisão “será mantida pelo menos até ao final deste ano, até nova avaliação”.

“O foco dos Presidentes continua centrado na proteção da saúde e bem-estar da população do Algarve, razão pela qual a Comunidade Intermunicipal do Algarve apela, uma vez mais, para que continuem a ser cumpridas as recomendações da Direção-Geral da Saúde” e recorda que, “de acordo com o já anunciado pelo Governo, todo o país entrará, a partir de 15 de setembro, em Estado de Contigência.”

Veja Também

COVID-19 – Algarve com mais 85 casos e mais 1 óbito

O Algarve regista hoje 85 novos casos de Covid-19, o que faz um total acumulado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *