Vandalismo destrói WC público em Armação de Pêra… um mês depois da sua abertura

Abriram no início do mês de agosto, mas, um mês depois, tiveram de ser encerradas ao público as instalações sanitárias colocadas pelo Município de Silves, em Armação de Pêra, na zona do antigo minigolfe.

Este equipamento custou cerca de 25 mil euros ao erário público e veio satisfazer uma necessidade há muito sentida (e reivindicada) pela população e visitantes, principalmente durante a época balnear. Estava aberto todos os dias, das 7h às 24 horas.

Apesar disso, na noite de 2 de setembro, o funcionário da Junta de Freguesia de Armação de Pêra que se preparava para fazer a limpeza do espaço, deparou-se com o mesmo não só imundo mas também destruído, com as loiças sanitárias partidas.
Em consequência deste ato de vandalismo, o WC público teve de ser encerrado.
A sua reabertura está agora condicionada à realização de obras e aquisição de novas loiças e equipamentos.

Veja Também

COVID-19 – Algarve sobe com mais 54 casos e 1 óbito

O Algarve contabiliza hoje mais 54 casos de Covid-19, segundo o relatório da Direção geral …

2 Comentários

  1. Mais uma prova dos turistas Portugas, além de poluirem o Algarve indisciplinados, são Vandalos.

  2. Maia uma prova que o municipio de Silves, não sabe equacionar suas obras e prever o efeito que suas tomadas de atitude podem vir a refletir no futuro, já viajei muito na Europa e nunca vi instalações sanitárias estarem ao abondono e sem vigilância, é o convite ao vandalismo gratuito, o puro abondono do património e dinheiros públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *