Home / Vida / Saúde & Bem Estar / DECO Informa: “Será necessário tomar algum suplemento de Vitamina D?”

DECO Informa: “Será necessário tomar algum suplemento de Vitamina D?”

Delegação Regional do Algarve

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

“Será necessário tomar algum suplemento de Vitamina D?”
A DECO INFORMA…

Uma pessoa saudável consegue prevenir a deficiência de vitamina D através da exposição ao sol duas vezes por semana. Faça-o durante 5 a 30 minutos, expondo os braços e as pernas à luz solar. O protetor solar não diminui de forma significativa a produção daquele micronutriente pela pele: use sem restrições.

A alimentação complementa as fontes de vitamina D. Prefira peixes gordos, como o salmão, o atum e a sardinha, mas também os cogumelos-shitake, a gema de ovo e ainda o “tradicional“ óleo de fígado de bacalhau. Também pode optar por alimentos enriquecidos com esta vitamina, como o sumo de laranja, os cereais de pequeno-almoço, o leite e seus derivados (iogurtes, manteiga e queijo).

A vitamina D é um micronutriente que influencia a absorção de cálcio no organismo e é essencial para a mineralização dos ossos. Se não existir em quantidade suficiente no sangue, contribui para aumentar o risco de osteoporose.
Nos países solarengos, como Portugal, a toma de suplementos de vitamina D é, na maioria dos casos, desnecessária. Os suplementos só são indicados para pessoas que tenham problemas de absorção intestinal ou de insuficiência renal, com doenças que provoquem o enfraquecimento dos ossos e pessoas que tomam medicação que altere o metabolismo do cálcio, como os corticosteroides, que potenciam a osteoporose.

A Direção-Geral da Saúde define que há deficiência de vitamina D quando há uma concentração plasmática de 25-hidroxivitamina D inferior a 12 nanogramas por mililitro (ng/ml) de sangue, nas crianças, e inferior a 20 ng/ml, nos adultos. Níveis acima dos 150 ng/ml são considerados tóxicos e podem originar sintomas como fadiga, náuseas, desmineralização óssea e calcificação de músculos e tendões. A exposição solar não apresenta risco de intoxicação por vitamina D.

Nos últimos anos assistimos ao aumento de prescrição e consumo de vitamina D na forma de suplemento, para prevenir doenças crónicas. Mas não há provas de que esta prática tenha resultados. A toma de suplementos sem necessidade pode originar efeitos adversos ao nível gastrointestinal, renal e aumento do cálcio no sangue.
O melhor reforço que podem obter deste micronutriente é mesmo sair à rua e apanhar sol.

 

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

Horóscopo semanal, por Maria Helena Martins

5ª Semana Julho Carneiro Horóscopo Diário Ligue já! 760 10 77 31 Carta Dominante: Rei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *