Desemprego atinge o Algarve e em Silves o número de desempregados triplicou

O desemprego continua a subir em praticamente todo o país afetando especialmente as regiões turísticas como o Algarve. Albufeira é o concelho mais atingido, mas outros, como Silves registam um número de desempregados três vezes superior ao que tinham no ano passado.

De acordo com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o número de desempregados inscritos em Portugal Continental ultrapassa já os 400 mil, (mais 103 mil do que no mês passado) o que representa um aumento de 36% face a maio de 2019.
A região do Algarve é a mais afetada, com o maior aumento no número de desempregados – 202,4 % em relação ao mesmo período do ano passado.

Na região, Albufeira é o concelho onde a situação é mais grave, com um aumento de quase seis vezes mais no número de desempregados. Em maio de 2019 eram menos de 1.000 e agora já são 5.642.

Outros concelhos como Silves, Portimão, Loulé e Vila do Bispo registam também um enorme aumento do desemprego, que triplicou nestes concelhos.
Segundo o IEFP, em maio de 2019 estavam inscritos 637 desempregados no concelho de Silves, sendo que em abril de 2020 esse número já era de 1896 e subiu para 2.003 em maio deste ano. O que representa um aumento de 214,4% no espaço do último ano.

No Algarve, o aumento do desemprego tem vindo a consolidar-se nos últimos meses. Em março havia na região 21.636 desempregados inscritos, em abril 26.379; e em maio 27.675.

Veja Também

DECO PROTESTE alerta que muitos portugueses pagam mais IMI do que deviam

A DECO PROTESTE, organização de defesa do consumidor, alerta para uma possível cobrança incorreta do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *