Eletrificação da Linha Tunes-Lagos e encerramento da passagem do Poço Barreto em Consulta Pública

Está em fase de Consulta Pública, o Projeto de Eletrificação da Linha do Algarve no troço Tunes-Lagos, que incide na linha férrea existente entre a estação de Tunes e estação de Lagos, desenvolvendo-se numa extensão aproximada de 45 km, nos municípios de Silves, Lagoa, Portimão e Lagos.
O proponente e entidade licenciadora do projeto é a IP – Infraestruturas de Portugal.

A necessidade deste projeto é justificada com o facto da Linha do Algarve ser “um eixo estruturante para a mobilidade da principal região turística de Portugal e desta com o restante território nacional, ibérico e europeu”. A eletrificação deste troço pretende “dinamizar a economia regional e nacional, dando resposta às crescentes necessidades de mobilidade de pessoas e bens gerados em toda esta região”.

Segundo se lê no Resumo Não Técnico, “este Troço Tunes – Lagos caracteriza-se como uma linha ferroviária em via única não eletrificada, em exploração desde 1922, e ao longo do seu percurso existe um total de 7 estações, 4 apeadeiros, 5 pontes, 1 viaduto, 10 passagens superiores rodoviárias, 12 passagens inferiores, 28 passagens de nível, 2 pontões, 3 passagens hidráulicas e cerca de 111 aquedutos. Com a implementação do Projeto de Eletrificação da Linha do Algarve no Troço Tunes-Lagos, a linha passará a ser eletrificada a 1x25kv, com o sistema de catenária a implementar que admite velocidades até 220 km/h, considerando parâmetros para uma velocidade máxima de exploração de 160 km/h. Contudo, a velocidade máxima de circulação no troço Tunes-Lagos manter-se-á nos 90 km/h, devido a outras condicionantes do traçado de via, que impedem velocidades superiores a 100 km/h. Em termos gerais, o projeto cinge-se fundamentalmente à eletrificação do troço no sistema 25 kV/50 Hz e a execução de alguns trabalhos acessórios para garantir as condições para a eletrificação”.

Para o concelho de Silves, há a destacar a intervenção prevista no Poço Barreto, que compreende a supressão da passagem de nível aí existente.O período de Consulta Pública deste projeto está a decorrer até ao dia 26 de junho e no portal Participa (participa.pt) encontra-se a informação disponível. Qualquer cidadão pode registar-se nesta plataforma e deixar a sua opinião ou sugestão.

Veja Também

COVID-19 – Algarve tem 831 casos ativos

A Autoridade de Saúde Regional fez hoje o balanço da situação epidemiológica da região, informando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *