Em plena pandemia, 51% de profissionais do sector imobiliário fizeram transações

O Imovirtual, Portal imobiliário de referência em Portugal, divulgou os resultados de um inquérito realizado a mais de 3000 profissionais detentores de agências imobiliárias, obtendo 476 respostas de inquiridos das várias regiões do país, sobre o impacto causado pela Covid-19.
Entre as categorias de arrendamento, venda, construção, arrendamento curta e arrendamento longa duração, os profissionais afirmam que o arrendamento de longa duração poderá ter um maior crescimento no mercado (43% acredita que vai ter um aumento). Por outro lado, 72% acredita que arrendamentos de curta duração poderão sofrer uma redução.
Perante este cenário, quando questionados se já recorreram a medidas de apoio, 62% afirmou que não, no entanto, 38% dos inquiridos já estão a obter ajuda externa desde o Lay-off (60%), moratória de pagamento de crédito (26%), suspensão de pagamento de obrigações fiscais (22%) e linhas de acesso a crédito (15%).

As principais conclusões deste inquérito são as seguintes:

● 35% dos profissionais acredita que os preços se irão manter iguais, enquanto apenas 2% prevê uma subida.
● A grande maioria fez poucas transações (42%), 8% manteve e apenas 1% declara ter aumentado.
● Face ao nº de clientes com interesse em comprar casas, 65% dos profissionais respondeu que houve uma diminuição na procura.
● Quanto ao nº de pessoas interessadas em vender os seus imóveis, 59% assumiu que também houve uma diminuição neste campo.
● Fazendo uma avaliação ao futuro do sector, 34% dos inquiridos estima que nos próximos 3 meses o negócio possa vir a reduzir mais de 25%. No entanto, há cerca de 18% que acredita que seja possível haver um aumento até 25%.
● Conclui-se ainda que do total de profissionais que respondeu ao inquérito apenas 38% recorreu a medidas de apoio.

Veja Também

União das Freguesias de Algoz e Tunes está a contratar

A União das Freguesias de Algoz e Tunes tem aberto um concurso de recrutamento para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *