Mercados municipais vão reabrir

Os mercados municipais do Concelho de Silves irão reabrir na próxima terça-feira, dia 5 de maio, segundo informa a Câmara Municipal de Silves. Comerciantes e clientes terão de cumprir regras de distanciamento e usar equipamentos de proteção.

Esta medida é tomada no “âmbito da implementação gradual do desconfinamento mediante o levantamento faseado de restrições e a consequente reabertura progressiva da economia” decidida pelo Governo.
A decisão foi tomada pela delegada local de Saúde Pública em conjunto com a presidente da Câmara Municipal de Silves e os presidentes de Junta das Freguesias e Uniões de Freguesias. Para preparar a reabertura dos mercados, os autarcas realizaram avaliações aos mesmos, “analisando as características e necessidades de cada um para que possam voltar a entrar em funcionamento a partir do próximo dia 5 de maio (3.ª feira), mediante o cumprimento de regras de distanciamento social e higienização dos espaços conforme indicação da DGS.”

Foram também feitas reuniões com os comerciantes que exploram os espaços nos mercados “ no sentido de concertar e esclarecer as regras que terão de ser observadas para permitir o reinício da atividade, nomeadamente:

– Afixação de informação relevante alusiva às regras de higiene e condutas sociais a adotar;
– O controlo de acessos em função da capacidade de carga legalmente prevista, tendo em conta, designadamente, a área e as especificidades arquitetónicas do espaço;
– Definição de um fluxo de circulação perfeitamente percetível para os utilizadores do espaço;
– Colocação de linhas de contenção ou, quando possível, implementadas barreiras físicas, que permitam salvaguardar distâncias mínimas, permitindo manter o distanciamento social e evitar a tendência de tocar nos produtos e reduzir a hipótese de contaminação por contacto ou por gotículas, particularmente relevante nas bancas de venda de peixe;
– Colocação de dispensadores de álcool gel para a desinfeção das mãos na entrada principal e em diferentes locais no interior do espaço;

– Acionar um plano de limpeza e higienização do espaço, identificando-se claramente a periodicidade da intervenção e quem a executou, podendo ficar registada e afixada a informação no placard criado na entrada para informação importante ao público;
– Obrigatório o uso de máscara no interior do mercado;

No que aos comerciantes diz respeito, os mesmos deverão instalar dois dispensadores de álcool gel, um para uso próprio e outro para os clientes, utilizar equipamento de proteção individual obrigatório, como máscara e/ou viseira, tendo ainda sido definido o protocolo de higienização de mãos no decorrer da venda e manuseamento de produtos, assim como foi estabelecida a entrada exclusiva para reabastecimento de produtos

Veja Também

Concluídos vários caminhos na freguesia de Messines

Foram concluídas obras de pavimentação de vários caminhos de ligação à estrada do Azinhalinho/Marreiros nos …

Um Comentário

  1. Só agora ? …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *