Prepara-se a reabertura da sociedade, com várias restrições e por etapas

Vai ser hoje apresentado ao país, o plano do Governo para a chamada reabertura da sociedade. Algumas datas são já conhecidas. Sabe-se que o estado de emergência não será prolongado, pelo que no dia 4 de maio poderão começar a abrir algumas lojas e o comércio de bairro.

  • É permitida a abertura de:
    Pequeno comércio, designadamente as lojas até 200 metros quadrados;
    Cabeleireiros, esteticistas, barbearias;
    Livrarias;
    Stands de automóveis;
    São permitidas atividades desportivas individuais, sem uso de balneário.
  • Aponta-se para dia 18 de maio a reabertura de restaurantes e cafés e do restante comércio. Podem abrir:
    Espaços comerciais até 400 metros quadrados, ou de maior dimensão, caso as câmaras municipais se responsabilizem pela segurança;
    Cafés, pastelarias e restaurantes, embora com restrições. Terão de funcionar com metade da capacidade, por forma a garantir o distanciamento social;
    Alguns espaços culturais e de espetáculos, bem como os museus;
    Creches.
  • Aponta-se para dia 1 de junho a reabertura de:
    Espaços comerciais com mais de 400 metros quadrados, incluindo os centros comerciais
    A abertura do ensino pré-escolar
    Poderão voltar os campeonatos de futebol, sem espetadores
    Terá inicio a época balnear mas com restrições no acesso às praias

Para já, estas são as indicações gerais que se conhecem, sendo que, como o primeiro-ministro, António Costa, tem repetido, todas estas fases serão constantemente avaliadas e serão geridas consoante a evolução da pandemia.

Veja Também

Forças de segurança podem cobrar de imediato as coimas a quem violar as regras do confinamento

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, determinou às Forças de Segurança um conjunto de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *