Home / Memórias / MEMÓRIAS: A primeira “carreira” entre Messines e Silves

MEMÓRIAS: A primeira “carreira” entre Messines e Silves

MEMÓRIAS:  Na secção Memórias lembramos o texto . «A primeira “carreira” entre Messines e Silves foi criada há 79 anos!» publicado na edição nº 77, de Março de 2007, da autoria de Aurélio Nuno Cabrita. 

Quem hoje viaja de autocarro entre São Bartolomeu de Messines e Silves ignora muitas vezes a origem desta carreira, iniciada há 79 anos. Coube a José Monteiro, um pioneiro da camionagem algarvia, segundo Aníbal Guerreiro, estabelecer as primeiras viagens colectivas de passageiros a partir de São Bartolomeu Messines, em 1928, uma para Silves e outra para Faro, por Alte e Loulé.

Num período em que um pouco por todo o lado floresciam empresas de camionagem, foi criada em Messines a José Monteiro, a qual estendeu a sua actividade até Portimão em 1930, graças a uma camioneta Chevrolet que o proprietário adquiriu, para 22 passageiros.

Chevrolet 1928

Um ano depois José Monteiro criou uma nova carreira, agora entre Messines e Faro, mas por Paderne e Loulé, através de nova aquisição, uma Ford de 24 lugares. Simultaneamente dedicou-se ao aluguer e passou a organizar excursões.

A II Guerra Mundial e a crise a ela associada tornou a José Monteiro muito vulnerável, essencialmente pelo desgaste das camionetas, pois a empresa não possuía a assistência técnica necessária para o esforço a que as viaturas eram submetidas. Com o fim da guerra as velhas camionetas continuaram a manter as suas carreiras, entretanto alargadas às Caldas de Monchique e a Armação de Pêra, cada vez mais precariamente.

Em 1948 a empresa deixou de existir em nome individual, passando a sociedade por quotas, sob a firma José Monteiro Lda., a caber aos dois cônjuges, José Monteiro e esposa, em partes iguais, noventa e nove por cento do respectivo capital, e o um por cento restante a José Martins Pontes.
A situação financeira contudo agravou-se, o que levou à venda de uma quarta parte à firma Castelo & Caçorino, Lda. em 1949. A perda de clientela culminou com a venda total à Castelo & Caçorino em 1955, para a qual foram seguidamente transferidas as carreiras e as viaturas, dissolvendo-se a José Monteiro, Lda.

Mais tarde, em 1990, a empresa Frota Azul – Transportes e Turismo Lda. (Grupo Barraqueiro), com sede em Olival de Basto, vocacionada para a actividade de turismo, estendeu as suas operações até ao Algarve, adquirindo a Castelo & Caçorino, Lda., que alterou a sua denominação, em 1993, para Frota Azul (Algarve) – Transportes e Turismo Lda., assegurando as carreiras em todo o Barlavento algarvio. Esta empresa detinha a título de curiosidade, em Novembro de 2005, uma frota de 97 viaturas, e tal como a extinta Castelo & Caçorino Lda. tem a sua sede social em Portimão, Caldeira do Moinho onde desenvolve a actividade administrativa e oficinal.

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

MEMÓRIAS: Fazer fintas à solidão

MEMÓRIAS: Relembramos a reportagem “Fazer fintas à solidão”, da colaboradora Sónia Correia, feita no dia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *