Home / Economia & Emprego / Economia / Procura por moradias para compra cresce 14% em Portugal, na segunda quinzena de Março

Procura por moradias para compra cresce 14% em Portugal, na segunda quinzena de Março

O Imovirtual, Portal Imobiliário de referência em Portugal, acaba de divulgar um estudo, baseado em dados disponíveis no Portal no qual analisa o comportamento dos seus utilizadores no contexto das restrições impostas pela Covid-19. As conclusões apresentadas baseiam-se na comparação a 1ª (pré-Estado de Emergência) e a 2ª quinzena de março (durante o Estado de Emergência):

«A grande novidade do momento é o aumento de procura de moradias para venda face à procura de apartamentos no mesmo segmento. Há alguns meses que não se observava tal comportamento. Possivelmente o isolamento social, ou até mesmo o teletrabalho, pode estar a levar as pessoas a necessitarem de um lar com mais espaço e privacidade. Na segunda quinzena de Março a percentagem de páginas visualizadas relativas à oferta de moradia para venda, aumentou 14% face à primeira quinzena de Março. Esta mudança na tendência de procura é acompanhada pelas grandes cidades portuguesas.Braga (19%), Faro (13%) e Porto (11%) são as regiões que mais se destacam em termos da procura por moradias para compra nos períodos referidos.

Quanto aos apartamentos para venda a procura já vai no sentido contrário. A percentagem de visualizações de páginas relativamente a apartamentos para venda diminuiu 23,6%. Ao analisar por região temos Faro (-30%), Lisboa (-24%) e Porto (-23%) como os TOP3.

Relativamente ao dispositivo utilizado para os utilizadores realizarem as suas pesquisas verifica-se neste período um crescimento substancial do desktop (7%) e do tablet (11%). Apesar de o telemóvel ainda continuar a ser o dispositivo mais utilizado, apresentou um decréscimo de utilização de 4%

Os portugueses parecem estar mais tempo à procura de casa: o tempo de visita ao site aumentou em média de 5:21 minutos para 6:02 minutos, com um crescimento de 13%. Também estão a visualizar mais páginas: Notámos um crescimento de 12,4%, estando neste momento em 5,8 páginas visitadas por visita (números médios).

Os utilizadores que mais visitam o site do Imovirtual são portugueses, no entanto, devido possivelmente à situação pandémica, o número de visitantes estrangeiros diminuiu 5,9% na última quinzena de Março.

Em relação aos dados demográficos, nota-se um crescimento de homens à procura de casa na segunda quinzena do mês, com um incremento de 8,5% representando agora 41% de todas as visitas.

Em relação aos horários de acesso, há um crescimento da atividade no Portal durante a madrugada (0h às 5h), registando um aumento de 27% e a tarde (das 15h às 19h) com um aumento de 4,5%. Por outro lado, verifica-se uma quebra no horário da manhã até o almoço, bem como no durante e após o jantar. Ainda assim, o momento com mais tráfego continua às 21h00.

Em relação à última semana no Imovirtual (30 de Março a 5 de Abril) com a anterior (23 a 29 de Março), temos um crescimento de 9,4% no número de utilizadores totais e de 11,4% tanto em novos utilizadores com em número de visitas ao Portal. Isso denota uma clara retomada da procura por imóveis pelos portugueses. Vemos também que os utilizadores do Imovirtual estão a guardar mais imóveis através da funcionalidade de Favoritos. Nesta última semana temos um crescimento de 22% de imóveis guardados como Favoritos o que faz sentido num momento de isolamento onde depois esperam poder retomar às visitas e contatos com os anunciantes em relação aos imóveis.»

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

Greve de trabalhadores encerrou bares e refeitórios dos hospitais de Faro e Portimão

A” elevada adesão à greve” dos trabalhadores do SUCH – Serviços de Utilização Comum dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *