Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Percurso das Fontes Boião- Azilheira teve a primeira eco-caminhada hidríca

Percurso das Fontes Boião- Azilheira teve a primeira eco-caminhada hidríca

Pela freguesia de São Marcos da Serra já é possível percorrer os cerca de oito quilómetros do Percurso das Fontes Boião-Azilheira, que teve a sua inauguração no dia 29 de fevereiro.
Cerca de uma centena de pessoas estiveram presentes nesta que foi chamada de “primeira eco-caminhada hídrica”, que “não foi apenas mais uma caminhada, mas uma oportunidade única para conhecer o território, as pessoas, os seus saberes e patrimónios e ainda a extraordinária densidade hídrica da Serra, que a todo o custo devemos respeitar e proteger”.
O percurso situa-se num troço do principal afluente do Rio Arade – a Ribeira de Odelouca – , situando-se entre os lugares de Azilheira e Boião e levará os caminhantes a redescobrir os caminhos, as nascentes e as fontes que abastecem o maior curso de água do Algarve. Há também o objetivo de “valorizar esta Paisagem do Interior e sensibilizar para o papel crucial que a Serra desempenha no provimento de água doce à região algarvia e para a necessidade de investimento em medidas de preservação e valorização socio-ambiental.”
Este é um projecto da QRER – Coop. para o Des. dos Territórios de Baixa Densidade, com o co-financiamento da AMI – Assistência Médica Internacional, Camões, I.P., União Europeia e o apoio do Município de Silves, Junta de Freguesia de São Marcos da Serra e Agência Portuguesa do Ambiente e é coordenado pela investigadora Patrícia de Jesus Palma.
Quem desejar percorrer este percurso encontra os painéis ilustrativos junto ao Café do Boião, em São Marcos da Serra, ou na página de Facebook do projeto. O percurso completo tem uma distância de 8,5km e é considerado fácil de percorrer.

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

GNR vai reforçar o patrulhamento para a prevenção de incêndios rurais

Face ao agravamento do risco de ocorrência incêndios rurais previsto para os próximos dias, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *