Home / Sociedade / Política / Eleições Legislativas 2019- Resultados do Concelho de Silves

Eleições Legislativas 2019- Resultados do Concelho de Silves

O PS foi o partido vencedor das Eleições Legislativas 2019 no Algarve, elegendo 5 deputados, Jamila Madeira, José Apolinário, Jorge Botelho, Joaquina Matos e Luís Graça. O PSD elegeu 3 deputados, Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos. O BE manteve João Vasconcelos e a CDU perdeu o deputado que tinha, não conseguindo eleger o silvense Tiago Raposo.

No Concelho de Silves, o PS foi também a força mais votada, seguida do PSD e da CDU que voltou a ser a terceira força, recuperando esse lugar que há quatro anos fora ocupado pelo BE, o qual surge agora na quarta posição.

A abstenção, na região, foi de 54,17%., e no Concelho de Silves regista-se a maior abstenção de sempre: 52,34% (foi de 46,43% em 2015).
No que respeita à abstenção nas freguesias, volta a repetir-se o cenário de 2015. A freguesia de S. Marcos da Serra foi a que registou uma abstenção mais baixa, 49,53% , e Armação de Pêra foi a que teve uma abstenção mais alta, 56,64%.

São os seguintes os resultados do Concelho:

RESULTADOS DO CONCELHO

Freguesia de Armação de Pêra:

PS- 33,09%
PSD-26,24%
BE-12,22%
CDU-6,8 %
PAN- 6,01%
CDS-4,2%
Abstenção: 56,64%

Freguesia de S. Bartolomeu de Messines:
PS –36,31 %
PSD-16,66 %
CDU- 14,46 %
BE – 10,84 %
CDS-3,5%
PAN-3,38
Abstenção: 49,93%

Freguesia de S. Marcos da Serra:
PS –40,7 %
PSD–16,16 %
CDU – 15,13%
BE – 10,02%
CDS-3,68
PAN-0,82
Abstenção: 49,53%

Freguesia de Silves:
PS- 32,23%
CDU-17,34/
PSD-16,17 %
BE-12,14 %
CDS-2,94%
PAN-4.05%
Abstenção: 51,31

União de Freguesias de Alcantarilha e Pêra:
PS-35,05 %
PSD- 22,95 %
BE- 11,77%
CDU-8,98 %
PAN- 5,20%
CDS-3,56%
Abstenção: 52,79%

União de Freguesias de Algoz e Tunes:
PS- 33,11%
PSD– 20,9%
CDU –11,85 %
BE-11,68%
PAN- 4,81%
CDS- 3,73%
Abstenção: 51,79%

 

Nota: Após a publicação desta notícia foi feita uma correção na taxa de abstenção no Algarve, que tinha uma gralha.

Veja Também

Cristóvão Norte considera que médicos tarefeiros deviam ser a exceção

Após ter sido tornado público que o Centro Hospitalar Universitário do Algarve foi a instituição …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *