Home / Vida / Pessoas / 225 Bonecas do Mundo, de Silves para Moçambique e Guiné

225 Bonecas do Mundo, de Silves para Moçambique e Guiné

Nesta altura, algumas meninas já receberam ou estarão prestes a receber uma boneca. Para algumas será mesmo a primeira boneca das suas vidas. A maioria destas meninas nada saberá sobre o país de origem destas bonecas. Ouvirão um nome, Portugal. E talvez Silves…

O projeto “Bonecas do Mundo”, dinamizado a nível nacional e internacional por várias entidades, tem um propósito: criar bonecas de trapo para enviar para as crianças mais pobres do continente africano.
Um projeto a que o Município de Silves aderiu, através dos Polos de Educação ao Longo da Vida que têm desenvolvido fortemente a componente solidária em muitas das atividades desenvolvidas. Um projeto verdadeiramente abraçado pelas utentes destes sete polos, espalhados por todo o concelho.Durante semanas, imaginaram e criaram as suas bonecas as quais estiveram depois em exposição em Silves, São Bartolomeu de Messines, Algoz, Tunes, Cumeada, Alcantarilha, São Marcos da Serra.

Exposição na Sociedade de Messines que recebeu várias visitas de escolas

No início de junho, as 225 Bonecas do Mundo foram entregues à representante em Portugal deste projeto – “Little Dresses for Africa – ”, Lisa Santos. Esta, citada pela Câmara Municipal de Silves, agradeceu “toda a dedicação e carinho das senhoras que as confecionaram, elas vão sem qualquer dúvida fazer sorrir muitas meninas. E para muitas será mesmo a primeira boneca das suas vidas, e isso será algo muito marcante, muito mesmo.”

Algumas dessas bonecas serão entregues a uma missão na Guiné e nas ilhas Bijagós (Guiné-Bissau) outras têm Moçambique como destino.

A organização Little Dresses for Africa é uma organização cristã, fundada em 2008, para auxiliar as crianças e particularmente aquelas que considera as mais vulneráveis em toda a África, as meninas. No ano passado, foi feita uma grande campanha de oferta de vestidos, feitos por voluntárias, à semelhança do que acontece este ano com as bonecas.
Desenvolve ainda campanhas de angariação de fundos para a construção de poços e de apoio à educação de crianças.

Veja Também

Teodomiro Cabrita Neto com placa toponímica em Messines

O messinense Teodomiro Cabrita Neto, professor, jornalista, historiador, dramaturgo, ensaísta, foi homenageado na sua terra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *