Home / Sociedade / Política / Deputado do PSD exige garantias de funcionamento na maternidade em Portimão

Deputado do PSD exige garantias de funcionamento na maternidade em Portimão

O deputado do PSD eleito pelo Algarve, Cristóvão Norte, exige que o Governo assegure as condições de funcionamento na maternidade do Hospital de Portimão.
Em nota divulgada, o deputado considera que o conjunto de notícias sobre as maternidades no Algarve “muito em particular sobre as degradadas condições de funcionamento da maternidade de Portimão” e a notícia “causadora de grande angústia que 50% das urgências em Portimão não possuem escala garantida”, lançam “fundadas dúvidas sobre as condições básicas de funcionamento dos serviços.”

“Tal soma-se a notícias em que se dá conta, salvo casos absolutamente excepcionais, do desvio das parturientes para Faro e faz perigar o seu atendimento, bem como o acompanhamento a que as grávidas devem estar sujeitas, notícias essas que só em Junho levaram ao encerramento da maternidade em várias ocasiões. O Sindicato Independente dos Médicos denunciou que apesar de a Maternidade de Portimão estar em risco de fechar por falta de Pediatras e a Obstetrícia ter falta de 18 médicos nos seus quadros e não ter médicos para assegurar mais de 50% da escala de Urgência, é com surpresa e preocupação que se constata a não atribuição pelo Ministério da Saúde de vagas carenciadas para estas especialidades no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) em 2019, colocando em risco o atendimento das grávidas no Algarve”, adianta o deputado do PSD.
Para Cristóvão Norte “este é mais um episódio crónico da saúde na região e que exige medidas de excepção e a salvaguarda do acesso à saúde de todas as futuras mães e bebés.”

Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

Instituto Piaget organiza debate sobre ensino à distância e educação inclusiva

O Instituto Piaget, que tem um campus em Silves, promove hoje, 28 de maio, um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *