Home / Algarve / Reforço dos meios de segurança no Algarve

Reforço dos meios de segurança no Algarve

O programa “Algarve Seguro 2019” prevê o reforço dos meios de segurança no Algarve, durante o verão, nesta região.
Assim, a PSP terá, até 30 de setembro, 360 agentes, divididos em 36 equipas do Corpo de Intervenção Permanente da Unidade Especial de Polícia, com patrulhamento em Portimão, Lagos, Tavira e Vila Real de Santo António.
Haverá também quatro equipas de Prevenção e Reação Imediata (oito agentes), em Faro e Portimão, ciclo-patrulhas em VRSA, Tavira, Olhão e Lagos e ações de policiamento com elementos do Corpo Nacional de Polícia (Espanha) e da Polícia Nacional (França).
Já a GNR terá, nos próximos meses, um reforço permanente de cerca de 200 militares, quatro equipas cinotécnicas e quatro equipas de patrulha a cavalo.
Cerca de 500 militares estarão destacados para os grandes eventos da estação no Algarve, como a Concentração de Motos de Faro, em julho, e a Supertaça de Futebol entre Benfica e Sporting, no Estádio Algarve, em agosto.

No que respeita ao combate aos incêndios, está disponível um dispositivo especial com 615 operacionais, quatro dezenas de equipas de vigilância e 66 equipas de combate, apoiados por 148 recursos técnicos terrestres.
Além das nove atuais equipas de intervenção permanente, o Algarve contará durante este período com mais quatro, sediadas nos corpos de bombeiros de Alcoutim, Monchique e Portimão.
O programa “Algarve Seguro 2019” foi apresentado em Faro pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Na cerimónia foi destacado o facto do Algarve ser um destino muito seguro, com uma taxa de criminalidade que tem vindo a baixar.

Entre 2017 e 2018, segundo os números da PSP, a criminalidade geral desceu 2,6% e que a criminalidade grave ou violenta diminuiu 9,3%. A criminalidade que envolve turistas no país corresponde a 4% dos registos globais . Recorde-se que, recentemente, Portugal foi considerado o 3.º País mais seguro, de acordo com o Global Peace Index.

Veja Também

CCDR aumenta controlo sobre “direitos adquiridos”

A CCDR Algarve anunciou que aumentou o controlo à figura dos “direitos adquiridos” nas revisões …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *