Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Projeto inédito de ação ambiental em São Marcos da Serra

Projeto inédito de ação ambiental em São Marcos da Serra

Um “projecto inédito de acção ambiental” , a desenvolver na freguesia de São Marcos da Serra foi aprovado pela aprovado pela Fundação Assistência Médica Internacional – AMI, no âmbito do projecto NOPLANETB que é financiado pela União Europeia e pelo Camões, I.P.
“Rio Arade: Percurso das Fontes Boião-Azilheira” é o projeto que foi concebido pela Cooperativa Qrer. Segundo esta entidade “a implementação do percurso incide sobre um troço da Ribeira de Odelouca, o principal afluente do Rio Arade, e apresenta cerca de 9 km (percurso de pequena rota), situando-se no limite nordeste da freguesia de São Marcos da Serra (Concelho de Silves).”

«Neste território, um dos aspectos mais marcantes é a ribeira, a exuberante paisagem e o seu património hidráulico que, apesar de outrora central na vivência da população, se encontra em avançado estado de degradação e claramente subaproveitado.

O abandono tem tido consequências directas na gestão do território e no aumento dos riscos de incêndios, que, em 2016, afectaram tragicamente a área.

O Percurso das Fontes intervirá na recuperação e acessibilidade às numerosas fontes e nascentes existentes junto à ribeira e desenvolverá um roteiro interpretativo, a cargo de especialistas de várias áreas e da comunidade local, que será a sua grande anfitriã.

Para além de motor de sensibilização para a conservação dos ecossistemas aquáticos, o Percurso das Fontes entre Boião e Azilheira permitirá também introduzir o turismo de natureza e será uma forma de contribuir para o justo equilíbrio e coesão dos territórios, chamando a atenção da opinião pública para a necessidade de conhecer, valorizar e proteger os recursos da Serra, pois dela dependem directamente os rios, as barragens e os aquíferos do Barrocal, destinados ao abastecimento público e à agricultura.»

Segundo a Cooperativa Qrer o projeto teve início a 1 de maio e tem a duração de nove meses, pelo que a inauguração do percurso deverá ocorrer em janeiro do próximo ano. O desenvolvimento deste projeto tem o apoio da Junta de Freguesia de São Marcos da Serra, do Município de Silves, da comunidade local e de voluntários.

Veja Também

Ciclo de Cinema ao Ar Livre percorre o concelho de Silves

Um Ciclo de Cinema ao Ar Livre volta a percorrer as freguesias do concelho de …

Um Comentário

  1. A ribeira é linda se estivesse pelo menos com o leito limpo, o seu estado é lastimável nem sequer se consegue ver se realmente é uma RIBEIRA tal o estado em que se encontra. Pedimos á mãe natureza que não haja cheias como em 2006, porque seria uma calamidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *