Home / Desporto / Carrinhos de rolamentos, A “adrenalina” pelas ruas de São Marcos da Serra

Carrinhos de rolamentos, A “adrenalina” pelas ruas de São Marcos da Serra

As corridas de carrinhos de rolamentos já são uma tradição em São Marcos da Serra, pelas comemorações do 25 de abril de 1974, e este ano não foi exceção.
Cerca de uma dezena de entusiastas lançaram-se sem medo por algumas das descidas que a aldeia oferece, nesta corrida organizada pelo Moto Clube de São Marcos da Serra.

Uma amostra dos participantes

Para quem, como a jornalista, não percebe nada do assunto, convém começar pelo princípio: o que é um carrinho de rolamentos? A resposta dada por quem sabe: tradicionalmente é feito todo em tábua, incluindo o eixo, o guiador tem de ser feito de ramos ou cordel.

Domingos Telo no Brutus

Aqui, em São Marcos da Serra, no Largo da Igreja, onde decorrem as inscrições para a prova que mais tarde se realizará, estão expostas também outras categorias, como as “trikes” que são basicamente bicicletas com três rodas. Não é por acaso que as corridas de carrinhos de rolamentos e trikes têm, geralmente, também prémios para os participantes mais originais. Na verdade, sendo cumpridas as regras básicas, cada veículo será o que a imaginação do seu condutor quiser. Sendo também comum que os próprios participantes se apresentem com vestimentas originais e surpreendentes…

Estas corridas, que mais parecem uma brincadeira, são, no entanto, um caso sério. Domingos Telo, de Albufeira, que encontramos junto ao “Brutus”, o seu carro que já foi campeão nacional, explica-nos que esta é uma atividade que requer experiência e cuidado. Um carro como o dele, feito para correr, atinge os 100km à hora, em provas como o campeonato nacional, com terreno favorável. E estes veículos, que parecem brinquedos, podem custar 50€, mas também vão aos 1000€.

 

Um dos entusiastas da aldeia de São Marcos da Serra, que participa habitualmente nestes passeios, é José Dias, que conduz o “Terrível”, um carrinho mais tradicional. É ele quem nos explica o que vemos e nos apresenta os condutores. Como Luís Bento, da Team Trikes Rolamentos, de Castro Marim. Há três anos que começou com um carrinho e um grupo de amigos. O grupo foi evoluindo, encontraram um patrocinador e com o apoio importante do clube da terra, o Campesino Recreativo Futebol Clube, formaram uma equipa e organizam provas que movimentam centenas de pessoas a assistir, cada vez mais.

José Dias no Terrível

Um movimento semelhante existe em Quarteira, de onde vem a equipa dos Piratas dos Rolamentos, a primeira associação do Algarve desta modalidade, que também tem feito estas corridas ganharem visibilidade e adesão.
Aliás, pode ser uma surpresa para muitos, mas este tipo de provas tem vindo a ganhar cada vez mais importância, em vários pontos do país, e encontra-se a decorrer o campeonato nacional, com provas de janeiro a dezembro que passarão por 20 municípios. Além dos objetivos inerentes a uma corrida, que é sempre agradável terminar e ainda mais ser premiado, existem também objetivos que se prendem com a divulgação de territórios e promoção turística.

Para José Dias, o nosso cicerone nesta visita, o que lhe interessa é o gosto que desenvolveu pelo seu “Terrível”, o convívio que se gera nestas ocasiões. E a adrenalina, diz rindo Luís Bento, e acrescentando “já lhe disseram a que velocidade isto chega?”…

Pelas ruas abaixo, com pneus nos locais mais difíceis a amortecerem os choques e com o público seguro atrás de barreiras, é como se costuma dizer: “cada um dá o que pode…”

No final da tarde, feita a corrida, houve classificações e distribuição de prémios, pelo Moto Clube de São Marcos da Serra. Mas se tivéssemos de terminar este texto com a palavra que mais ouvimos, era fácil: “diversão”.

Oa participantes receberam os prémios entregues por Rosa Guerreiro, do Moto Clube de São Marcos da Serra (Foto de Craig Rogers)
Partilhe nas redes socias:
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Veja Também

XVIII Maratona BTT GADAG, em Alcantarilha

No dia 15 de março, o Grupo Aventura e Desporto de Alcantarilha Gare organiza a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *