Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Está a avançar o processo de criação da Área Marinha Protegida na Baía de Armação de Pêra

Está a avançar o processo de criação da Área Marinha Protegida na Baía de Armação de Pêra

O processo para a criação da Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário na Baía de Armação de Pêra (AMPIC-BAP) está a decorrer, tendo sido dado mais um passo, no dia 7 de maio, com a realização de mais uma sessão de trabalho que reuniu os participantes neste projeto.

Cerca de 50 pessoas participaram nesta reunião organizada pelo Município de Silves, a Fundação Oceano Azul, Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve, a Associação de Pescadores de Armação de Pêra e a Junta de Freguesia de Armação de Pêra.

Segundo informa a Câmara Municipal de Silves ” todas as entidades presentes (autarquias, associações representativas da atividade piscatória e das atividades marítimo-turísticas, administração central, universidades, organizações não-governamentais, empresas, etc.) colaboraram, em mais um passo deste processo participativo contribuindo com as suas sugestões”,  tendo havido “consenso na visão que se pretende para a criação desta área e para os valores que a mesma deve preservar.”

Do mesmo modo, reconheceram todos os presentes a necessidade e a importância desta área para o desenvolvimento de sectores estratégicos para a economia azul e de iniciativas promotoras da literacia do oceano.

«O que se pretende, com a criação desta AMPIC-BAP é essencialmente proteger os ecossistemas marinhos de extrema riqueza deste recife», salientou Rosa Palma, presidente da Câmara Municipal de Silves, destacando, ainda, a mais valia desta iniciativa «no que à utilização sustentável desta zona, promovendo a pesca local e o turismo de natureza sustentáveis, a par com a preservação dos seus valores naturais, biodiversidade e serviços de ecossistema (capital natural azul)».

A próxima reunião está marcada para o dia 30 de maio e será dedicada a tarefas como a delimitação, zonamento e regulamento desta Área Marinha Protegida. Irão seguir-se outras, com a maior brevidade possível, já que o objetivo destes intervenientes é o de entregar ao Governo, até ao final do ano, a proposta de criação da AMPIC-BAP da Baía de Armação de Pêra.

Uma baía, recorde-se onde se encontra o maior recife rochoso costeiro de Portugal, 19 espécies protegidas e 12 que não são conhecidas em mais nenhum local. ( Ver a notícia do Terra Ruiva, (http://www.terraruiva.pt/2018/09/30/baia-de-armacao-de-pera-quer-ser-area-marinha-protegida/

 

Veja Também

Junta de Freguesia de Armação de Pêra tem nova viatura

A Junta de Freguesia de Armação de Pêra tem uma nova viatura que permite a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *