Home / Concelho / Visita ao Algarve do secretário de Estado da Juventude e Desporto inclui passagem por Messines

Visita ao Algarve do secretário de Estado da Juventude e Desporto inclui passagem por Messines

Nos dias  7 e 8 de março, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, visita clubes e associações do Algarve no âmbito do PRID – Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas e comemora o Dia Internacional da Mulher no IPDJ, em Faro.

A primeira visita do governante, logo pelas 10h30, do dia 7 de março, será à Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines, entidade que beneficiou recentemente de obras de melhorias, realizadas no âmbito do PRID.

O secretário de Estado segue depois para outras associações e entidades, em Vilamoura, S. Brás de Alportel e Faro, neste dia que é dedicado ao “Roteiro PRID”.

João Paulo Rebelo

Já na sexta-feira, dia 8 de março, João Paulo Rebelo estará durante a manhã em Faro, na sede do IPDJ, com um programa cultural dedicado ao Dia Internacional da Mulher e ao tema ” Namorar com Fair Play”. À tarde, prossegue com o “Roteiro PRID”, por Albufeira, Lagoa e Portimão.

Segundo o IPDJ, “O roteiro PRID pelo Algarve incide em associações e clubes desportivos que tiveram apoio do IPDJ para obras de requalificação, tais como: renovação de campos de ténis, ampliação e requalificação de balneários, substituição de relvados sintéticos e beneficiação de espaços de treino, substituição de coberturas de pavilhão, requalificação de sanitários com energia solar, renovação do sistema de aquecimento de águas e instalação de painéis fotovoltaicos, substituição de caldeiras a gás, entre muitos outros melhoramentos.”

Da visita do secretário de Estado destaca-se ainda a sua deslocação  “à UAARE  – Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola sediada na Escola Secundária Padre António Martins de Oliveira (ESPAMOL), em Lagoa. Única no Algarve, a UAARE de Lagoa já tem dezenas de alunos a beneficiar deste apoio do Estado.”

Veja Também

Município de Silves adere a projeto de políticas fiscais verdes

Desenhar e desenvolver políticas fiscais locais “verdes”, a fim de promover a utilização de fontes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *