Home / Sociedade / Política / PCP pergunta sobre as obras previstas no Tribunal de Silves

PCP pergunta sobre as obras previstas no Tribunal de Silves

O Plano Estratégico Plurianual de Requalificação e Modernização da Rede de Tribunais, apresentado pelo Governo, em maio de 2018, prevê um conjunto de obras em tribunais algarvios mas não apresenta um calendário para a execução das mesmas, o que levou o PCP a questionar o Governo sobre esta questão.

Assim, o Grupo Parlamentar do PCP, por intermédio dos deputados Paulo Sá, eleito pelo Algarve, e António Filipe, questionou a ministra da Justiça, não só sobre o prazo de execução das intervenções previstas mas também sobre as verbas destinadas às mesmas, que, para o PCP “ficam muito aquém do necessário”. E ainda mais porque a maior parte da verba, que é cerca de “1.814.045 € no período 2018-2022, e outros 1.814.045 € no período 2023-2028” , se reporta, “no entanto, aos Palácios de Justiça de Loulé e Lagos”.
“Assinala-se, também que o investimento médio anual previsto para os tribunais algarvios é de apenas 330 mil euros, uma gota de água para fazer face às necessidades de requalificação, remodelação e modernização funcional desses tribunais”, acrescenta o PCP.

No que se refere ao Tribunal de Silves, está prevista apenas uma intervenção nos locais de detenção, mas não se sabe quando irão começar as obras.

Veja Também

PCP comemora aniversário com almoço em Messines

O 98º aniversário do Partido Comunista Português é também comemorado em São Bartolomeu de Messines, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *