Home / Desporto / Associação Extremo Sul apresentou equipas para a próxima época

Associação Extremo Sul apresentou equipas para a próxima época

A Associação Extremo Sul apresentou publicamente as suas equipas, de formação e competição, no Auditório da Caixa de Crédito Agrícola de São Bartolomeu de Messines.
A apresentação decorreu no dia 27 de janeiro, perante uma plateia composta por representantes de várias entidades, bem como atletas, treinadores e seus familiares e amigos.
A cerimónia começou com a apresentação dos dirigentes da associação, eleitos recentemente, nomeadamente Rafael Lourenço, presidente da Direção; Luís Guerreiro, presidente do Conselho Fiscal, e Ricardo Rodrigues, presidente da Assembleia Geral, bem como os diretores de Competição, Mário Dias e Paulo Barreto.

 Os principais dirigentes da associação com os diretores desportivos e treinadores

Coube a Rafael Lourenço fazer a apresentação dos atletas que foram sendo chamados, um a um, inicialmente os jovens atletas das escolinhas de BTT, seguidamente os atletas da equipa de competição.

A equipa Extremo Sul

Apresentados os atletas, foi dada palavra às entidades presentes, nomeadamente Custódio Moreno, diretor do IPDJ; Márcia Pires, em representação da Câmara Municipal de Silves, Carla Benedito, em representação da Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines; Ana Cunha, em representação da Associação de Ciclismo do Algarve. Representando os principais patrocinadores da associação, estiveram José Carlos Xavier, administrador do Crédito Agrícola de Messines; e José Carlos Leandro, proprietário do Hotel Alísios.
Nas suas intervenções, todos foram unânimes em dar os parabéns a esta associação, pelo trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos e reiteraram a disponibilidade das entidades para continuar a apoiar as atividades da Extremo Sul. Particularmente destacaram o trabalho desenvolvido na formação de jovens atletas, sem esquecer que a Extremo Sul tem atletas de grande valor, e com vários títulos conquistados, na sua equipa de competição.

 Ana Cunha, José Carlos Xavier, José Carlos Leandro, Carla Benedito, Márcia Pires, Custódio Moreno e Rafael Lourenço

Antes do encerramento desta cerimónia, a que se seguiu a entrega dos equipamentos aos atletas, o presidente Rafael Lourenço chamou ao palco Ricardo Rodrigues, fundador da associação e seu presidente durante mais do que uma década e que agora passou o testemunho a uma nova equipa diretiva mas continuando “a estar cá para apoiar”, como frisou. Disse ainda que a Extremo Sul continua empenhada na formação “ que é o foco principal da associação” e terminou desejando os “melhores resultados” aos atletas que iniciam a nova época desportiva.

Da escolinha a presidente

Rafael Lourenço, o atual presidente da Extremo Sul, eleito no final de 2018, falou ao Terra Ruiva sobre as principais metas que a associação tem traçada para a nova época desportiva.

Rafael Lourenço

“O grande objetivo é voltar a ter uma presença assídua nas competições nacionais de XCO, desenvolver os escalões de formação e voltar a organizar eventos de desportos radicais”, disse.
“A Extremo Sul é uma associação de desportos e aventura, não é só de BTT, e pretendemos recuperar esse espírito e alguns eventos que já organizamos, mas não se pode partir logo para grandes objetivos, temos que ir com calma, ver o que é possível alcançar”, acrescentou.

O presidente Rafael Lourenço, que surpreende pela sua juventude, de apenas 21 anos, é no entanto, um grande conhecedor da dinâmica da associação, na qual começou muito jovem, enquanto atleta de formação. “Foi com naturalidade que aceitei este cargo, quando me fizeram a proposta”, explica. “Comecei a correr aqui, depois, entrei como ciclista na equipa Sporting- Tavira, e atualmente faço parte da equipa sub-23 do Oliveirense.” Uma “equipa de referência nacional”, na qual pretende construir uma carreira desportiva que o leve o mais longe possível, quiçá além fronteiras, como ambiciona.
Ambiciosas são também as metas traçadas para os atletas da Extremo Sul. Nas escolinhas de formação são inúmeros os jovens que se têm distinguido, inclusive a nível nacional, o “que dá garantias para o futuro”. A jovem Raquel Dias, campeã nacional de BTT, e Valentina Balbina, campeã nacional de estrada, são apenas dois exemplos, a que se juntam Gil Martins e Marta Carvalho, também atletas com bons resultados.
Já na equipa de competição, destaca-se o nome de David Belo, com vários títulos conquistados.

O talento destes atletas e da restante equipa, a par de um sólido apoio por parte da Caixa de Crédito Agrícola de Messines e do Hotel Alísios, bem como das entidades institucionais, como a Câmara Municipal de Silves, Junta de Freguesia de Messines, IPDJ e ainda de várias empresas locais, bem como a estabilidade da equipa diretiva e técnica , todos estes fatores se conjugam para a associação estar “bem encaminhada”. E também é a razão de “não estar dependente do presidente” que assim pode dedicar-se mais tranquilamente à sua carreira, e estar ausente em determinadas alturas do ano, em competição, como afirma Rafael Lourenço.

De referir ainda que o regresso da Extremo Sul à organização de eventos motorizados está marcado para o dia 31 de março, com a organização do Messines ExtremoTT, para jipes e motos. As inscrições já estão abertas.

Veja Também

Torneio de Xadrez na Sociedade de Messines

A Sociedade de Instrução e Recreio Messinense, em São Bartolomeu de Messines,  recebe no sábado, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *