Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Linces já voltaram a Silves

Linces já voltaram a Silves

No mês de dezembro, decorreram as operações de regresso dos linces ibéricos que se encontravam no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico, (CNRLI) em Silves, e que tinham sido deslocados para Espanha, devido ao grande incêndio que atingiu aquela zona, no passado mês de agosto.
No dia 8 de agosto de 2018, como medida de prevenção face ao incêndio deflagrado na região, os 29 linces em cativeiro que se encontram no Centro de Silves foram evacuados e transferidos para outros centros em Espanha, da rede Programa Exsitu. Os animais não sofreram danos nesta operação tendo-se adaptado bem às novas instalações, segundo as informações divulgadas pelo ICNF.

Entretanto, enquanto os animais se encontravam em Espanha, decorreram obras de recuperação do espaço, nomeadamente dos cercados atingidos pelo fogo, e também trabalhos de ampliação e melhoramento. Obras que receberam a visita, no dia 12 de dezembro, da secretária de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Célia Ramos, que esteve acompanhada pela presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma.

Linces em Silves – Foto ICNF

“Quanto aos linces, o seu regresso foi faseado, tendo decorrido durante o mês de dezembro, numa operação que envolveu militares do Corpo de Fuzileiros da GNR e vigilantes da natureza, técnicos e dirigentes do ICNF, bem como voluntários que prestam serviço no CNRLI e a equipa técnica de gestão operacional do CNRLI. As autoridades espanholas, quer dos serviços dos Centros de Cria do MTE/Governo Central de Espanha, quer particularmente das Juntas Autónomas de Andaluzia e de Extremadura, disponibilizaram de modo inteiramente gracioso as instalações dos respetivos Centros de Cria para acolherem e manterem, durante 4 meses os linces do CNRLI.”

Segundo o ICNF, “os linces reagiram bem ao manuseamento, transporte e chegada às instalações. Por opção técnica dois dos animais permaneceram em Espanha até à época de reprodução. Um dos animais tinha morrido entretanto três meses após o incêndio, desconhecendo-se ainda as causas. Como resultado global de todos os esforços conjugados, o CNRLI dispõe presentemente de melhores condições para albergar, manter, monitorizar e reproduzir os exemplares de lince-ibérico que permitirão assegurar a continuidade do seu processo de reintrodução no habitat natural. Decorrem ainda algumas intervenções de melhoria, nomeadamente a criação de dois novos cercados de treino.”

Linces em Silves – Foto ICNF

Veja Também

Exposição Combatentes na I Guerra Mundial, em Pêra

A Exposição “Os Combatentes do Concelho de Silves na I Guerra Mundial” está, até ao …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *