Home / Economia & Emprego / Economia / Preço das casas continua a subir em Silves

Preço das casas continua a subir em Silves

O preço das casas em Silves foi dos que mais aumentou no terceiro semestre de 2018, embora continue a ser um dos concelhos “mais económicos”.
Os dados foram divulgados pelo site imobiliário “Idealista”, que analisou 71.572 anúncios que se encontravam na sua base de dados no dia 25 de setembro de 2018.
Segundo este marketplace imobiliário, o preço das casas no Algarve aumentou em média 6% no terceiro semestre de 2018, sendo que há cidades onde se verificou um aumento maior.

A maior subida de preços da região registou-se em Vila Real de Santo António (11,4%), seguida por Silves (7,8%) e Olhão (6,6%).

No Algarve, o município mais caro para comprar casa é Loulé (2.430 euros/m2). Em contrapartida, os mais económicos são Silves (1.499 euros/m2), Olhão (1.301 euros/m2) e São Brás de Alportel (1.233 euros/m2). De referir que o preço da habitação no Algarve se situa em 2.031 euros/m2.

Em comparação com o resto do país, a habitação em Portugal registou uma subida de 6,4% durante o mesmo período, situando-se em 1.867 euros/m2, sendo que a região Norte foi a que viu a maior subida de preço – 8%.
O ranking dos distritos mais caros continua a ser liderado por Lisboa (3.067 euros/m2), seguido por Faro (1.916 euros/m2) e Porto (1.649 euros/m2).

Veja Também

Plataforma informática de apoio ao autocaravanismo no Algarve

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve) apresenta o novo sítio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *