Home / Sociedade / Cultura / Livro “José Vitoriano, um Operário Construído” é apresentado em Silves

Livro “José Vitoriano, um Operário Construído” é apresentado em Silves

O livro “José Vitoriano, um Operário Construído”, com reedição aumentada e revista, será apresentada no dia 5 de outubro, pelas 18h, na Biblioteca Municipal de Silves.

O livro será apresentado pela autora, Maria João Raminhos Duarte, que falará da personalidade, da vida e da obra de José Vitoriano, operário corticeiro silvense, “que se comprometeu, quer na construção da sua educação, quer na melhoria das condições de vida dos trabalhadores. Lutador antifascista, membro do Partido Comunista Português, dirigente de várias coletividades (Sociedade Filarmónica Silvense, do Silves Futebol Clube e da Cooperativa “A Compensadora”), empenhou-se sempre nas tarefas que desempenhou e notabilizou-se pela sua persistência, inteligência e capacidade de se relacionar com todos. Preso por duas vezes (esteve 17 anos em cativeiro), passou pela clandestinidade e, depois do 25 de abril de 1974, serviu o país como deputado e Vice-Presidente da Assembleia da República, tendo sido distinguido por esse seu longo percurso com a Comenda da Ordem da Liberdade, tendo sido também dirigente sindical ainda no tempo da clandestinidade e depois do 25 de abril.”

Esta é mais uma iniciativa que se integra nas comemorações do centenário do nascimento de José Vitoriano. Em junho passado a Câmara Municipal inaugurou um busto que recorda este ilustre silvense.

 

Sobre a autora, Maria João Raminhos Duarte

Maria João Raminhos Duarte, filha de pais silvenses, nasceu em Moçambique em 1959. É doutorada em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Tem publicado “Portimão, industriais conserveiros na 1ª metade do séc. XX”; “João Rosa Beatriz. Esboço de uma biografia política”; “José Rodrigues Vitoriano: o «operário construído» ”; “Presos políticos algarvios em Angra do Heroísmo e no Tarrafal” e a sua tese de doutoramento “Silves e o Algarve, uma História da Oposição à Ditadura”.
No âmbito das Comemorações do Centenário da República e do 150º aniversário de Manuel Teixeira Gomes, colaborou em “Portimão e a Revolução Republicana”, obra coordenada por José Tengarrinha. Em 2016, no âmbito do 75.º aniversário do Lar da Criança de Portimão, publicou “Lar da Criança de Portimão: a utopia de um colo”. Tem um vasto currículo, com artigos publicados e conferências no âmbito da História local e regional algarvia contemporânea, nomeadamente sobre os industriais conserveiros, o movimento operário corticeiro e conserveiro, o regionalismo algarvio, a instituição do Estado Novo, a oposição ao Estado Novo, os movimentos femininos, a educação e assistência, a implantação do regime democrático, além de inúmeros e relevantes contributos biográficos de História Contemporânea algarvia.
É investigadora associada do Grupo de Estudos do Trabalho e dos Conflitos Sociais do IHC», Doutorada integrada do Instituto de História Contemporânea/Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua da Universidade do Minho.
É docente na Escola E.B. 2,3 Eng. Nuno Mergulhão e professora auxiliar e Provedora do Estudante no Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (ISMAT), em Portimão.

Veja Também

Município de Silves tem Orçamento de 47,7 milhões de euros

Juntamente com os documentos técnicos do Orçamento e Grandes Opções do Plano da Câmara Municipal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *