Home / Economia & Emprego / Economia / Novo vinho apresentado em Messines – Herdade Barranco do Vale

Novo vinho apresentado em Messines – Herdade Barranco do Vale

Um novo vinho, produzido em São Bartolomeu de Messines, foi apresentado no dia 21 de julho, na Casa-Museu João de Deus. O vinho “Herdade Barranco do Vale” é o “renascer de uma tradição familiar” que se deu a conhecer em cinco novos sabores.

A apresentação do vinho Herdade Barranco do Vale, que tem o nome da herdade onde é produzido, no sítio dos Campilhos, em São Bartolomeu de Messines, foi feita por Ana Matias Chaves.
Esta começou por explicar que a herdade, pertença de seu avô, um empresário muito conhecido na região, Ramiro da Graça Cabrita, continuara com seu pai, até ter sido recentemente assumida pela própria e pelo seu marido, Luís Chaves, pelo que este novo projeto de produzir vinho “mais do que um negócio “ é  “um projeto familiar”, construído a partir de “uma vinha antiga que foi mantida com carinho e rigor”.
A produção de “produtos de excelência” é “o caminho” para o desenvolvimento do interior, defendeu Ana Chaves, pelo que esta será a aposta destes empresários que se querem “ousados, dinâmicos e inovadores” e a desenvolver um projeto que “contribua para o desenvolvimento de São Bartolomeu de Messines e da região”.

Ana Matias Chave e João do Ó

Tomou depois a palavra a presidente da Câmara Municipal de Silves, Rosa Palma, que além de dar os parabéns a esta família e desejar muito sucesso para o novo produto, garantiu o empenho da autarquia em divulgar e promover este novo vinho que será integrado na marca concelhia “Vinhos de Silves”.
Também o presidente da Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines, João Carlos Correia, fez questão de “valorizar esta iniciativa” e o “momento importante” para esta freguesia que ganhou assim a sua primeira marca de vinhos.

Numa breve intervenção, o enólogo João do Ó, explicou as principais características dos vinhos apresentados: três tintos de 2017, um monocasta castelão reserva, um monocasta de aragonez, e um blend de castelão e aragonez; e um blend reserva de 2016, onde foram utilizadas a negra mole, aragonez e castelão. E ainda um Rosé Negra Mole 17, proveniente de vinhas com mais de 60 anos. E destacou a utilização da “casta mais emblemática do Algarve”, a negra mole, na composição de alguns destes vinhos.

Os vinhos Herdade Barranco do Vale foram apresentados aos muitos convidados presentes, família, amigos, empresários, e representantes de entidades oficiais e das associações e clubes da freguesia. No final, houve também uma atuação do acordeonista Luís Gama.

Veja Também

Universidade do Algarve entre as melhores do mundo em Tourism Management

São vários os atrativos que colocaram Portugal no mapa dos melhores destinos do mundo. Mas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *