Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / Insectos e injeções nas árvores contra pragas nos jardins

Insectos e injeções nas árvores contra pragas nos jardins

A Câmara Municipal de Silves está a desenvolver um projeto-piloto no sentido de “aplicar diversas técnicas inovadoras de controle de pragas como a lagarta processionária do pinheiro e os afídios (piolhos verdes). Essas técnicas implicam a utilização de insetos auxiliares ou de endoterapia vegetal.”

No dia 13 de junho, e pela primeira vez, foram largados insetos auxiliares (Chrysopas) nas árvores da praça Al-Mutamid, em Silves, para lutarem contra os piolhos verdes existentes nos jaracandás.
No caso destes insectos auxiliares, os mesmos “são predadores nativos (aparecem muitas vezes espontaneamente em estufas e em campo aberto), cujas larvas são vorazes e muito eficientes no controlo de afídios, chegando a comer 50 destes num dia.”

Nos jaracandás, da Praça Al- Mutamid, em Silves

A endoterapia vegetal é um método que consiste na injeção de nutrientes ou substâncias fitossanitárias diretamente no tronco da árvore, o que vai permitir a sua distribuição ao longo de todo o sistema vascular da planta. É usado para tratar árvores, em substituição dos tratamentos convencionais por pulverização. Minimizam-se os riscos de alergias e as reações que possam surgir de animais e outras plantas, podendo ser aplicado em qualquer momento do dia, mesmo que chova, pois o produto estará dentro da planta e não será arrastado pela chuva. Deste modo, há por norma resultados mais rápidos.

Aplicando uma injeção na árvore

Informa ainda a autarquia que, desde setembro de 2017, também tem estado a combater a lagarta do pinheiro, através destes métodos inovadores, “através dos quais se conseguiu uma redução da presença da processionária do pinheiro com taxas de eficácia de 98%.”

Veja Também

Apresentado o livro “José Rodrigues Vitoriano, um operário construído”

Decorreu no dia 5 de outubro,” na Biblioteca Municipal de Silves, na sala “Urbano Tavares …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *