Home / Vida / Pessoas / Tenho medo

Tenho medo

Não me pertences mas fazes parte de mim.
Vejo-te. Vejo-te com olhos de ver e garanto-te que ninguém te vê como eu te vejo. Reparo em tudo, desde os mais pequenos gestos até aos teus movimentos mais bruscos. E apaixonei-me por cada pequeno gesto que fazes.
Quero-te, não por não te ter, porque mesmo não te tendo já tenho medo de te perder. Sei que não devia e que, provavelmente, nem possuo esse direito pelo simples facto de não seres meu, mas a verdade é que esse medo está em mim.
Custa-me. Custa-me ver-te e não te tocar, falar sem conversar, desejar e não ter.

Tentando explicar o tal medo, por muito poucas que todas as palavras sejam, receio acordar um dia e saber que não sei quando te irei ver ou se acabará por acontecer, destrói-me saber que um dia posso acordar sem uma mensagem tua ou nem ter o teu número para te a poder mandar, consome-me o medo que alguém pode tirar-te a felicidade que eu tanto te quero dar. Mas o que mais me assusta é que poderei perder-te sem sequer chegar a ter-te…

Pondo de lado o medo de te perder, ainda vou a tempo de te ter?

 

Autor: Bárbara V. Palma

Natural de Portimão. Estudante de 16 anos do curso de línguas e humanidades, na Escola Secundária de Silves.
“Tenho 3 grandes paixões. A escrita, a fotografia e viajar. Um dos meus objetivos é unir essas 3 paixões num só amor.”

Veja Também

Projeto FLAMINGO apoiado pelo Município de Silves

No âmbito do Projeto Flamingo, apoiado pelo Município de Silves, a APEXA – Associação de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *