Home / Vida / Psicologia / Livro da Vida.. Episódio III – Pilares de Vida

Livro da Vida.. Episódio III – Pilares de Vida

Nas primeiras partilhas deste ano iniciamos refletindo para a reconstrução em Janeiro, em Fevereiro ficou o desafio de começar a definir novos objetivos, novas metas, novos sonhos e um plano de ação para a sua concretização. Março é mês de início da primavera, o que significa renascimento da natureza, à nossa volta tudo ganha uma cor e força. È tempo de trazer para dentro de nós essa força e focar nos pilares que nos sustentam e nos dão o equilíbrio para percorrer o(s) caminho(s) que escolhemos percorrer. Como estão os seus pilares de vida?

Tal como uma casa, também nós precisamos de bons pilares que nos dão estrutura. Podemos apontar três pilares, fundamentais para a generalidade das pessoas: a vida pessoal, a vida espiritual e a vida profissional. Quando um deles não está bem, a estrutura tende a ficar comprometida. Imagine que cada pilar é uma roda de um triciclo. Com as três, é possível andar com bastante conforto e com o equilibrio, tendo cuidado em contornar os obstaculos que possam surgir no caminho. A estabilidade é garantida pela distribuição do peso. Quando temos problema numa dessas áreas da vida, comprometemos o equilibrio e, consequentemente, a forma como vamos fazer o percurso. Contudo, com uma roda comprometida é ainda possivel recuperar algum equilibrio e até fazer o percurso com alguma velocidade, nunca deixando de estar atento, pois à minima distração o risco de queda é provável.

Mas o que acontece se perdessemos duas rodas? Aí teríamos de aprender habilidades circences para nos equilibrarmos em monociclo. Como sentimos a vida nestas condições? Com grandes dificuldades de equilibrio, sem conforto e segurança, o caminho torna-se penoso. Tendo como pilar somente a vida pessoal, ou somente a vida profissional, ou somente a espiritual, é como andar num monociclo. Quando todos esses pilares estão destruturados, fica-se sem orientação, torna-se dificil escolhar os trajetos. Se não sei para onde vou, ou pelo menos para onde não quero ir, fico sem destino, deixo que a vida tome conta de mim e não que seja eu a decidir a vida que quero ter.

E se não houver nenhum desses pilares na vida da pessoa? Aí tudo vai ser mais difícil. É como estar sem meios de locomoção, a caminhada vai ser mais dificil e solitária, o que leva muitas vezes a uma desistência de tentar pelo menos um caminho e a bloqueios que não deixam a vida fluir no sentido positivo. O ideal é que os três pilares estejam em equilíbrio. Algumas pessoas conseguem lidar com apenas duas, não sei se por muito tempo. Com apenas uma é complicado, e sem nenhuma é provavelmente uma vida sem vida. Por estas razões a busca do equilibrio fortificando os pilares que nos sustentam é fundamental. Quando eles abanam, devemos ir procurar a melhor forma de os reforçar e de tratar e resolver as fissuras.
Como estão os seus Pilares? Analise e estableça uma estratégia de ação para que este novo capitulo da sua vida seja cada vez melhor.

“Nos bons ou maus momentos faça de tua mente os equilibrados pilares, para que o teto da vida não desabe sobre ti.”
Arthur Carneiro de Melo Cavalcante

Veja Também

APAV assinala Dia Internacional da Pessoa Idosa lembrando que violência está a aumentar

A APAV associa-se, uma vez mais, à iniciativa anual do Dia Internacional da Pessoa Idosa,  …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *