Home / Economia & Emprego / Economia / Sindicato denuncia Krazy World por não respeitar os direitos dos trabalhadores

Sindicato denuncia Krazy World por não respeitar os direitos dos trabalhadores

O “zoo e parque temático Krazy World, situado no Algoz, concelho de Silves, não está a respeitar os direitos dos trabalhadores”, afirma o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Algarve.

Em comunicado, o Sindicato afirma que a “direção da empresa não respeita as normas legais e contratuais relativas aos horários de trabalho impondo alterações constantes e repentinas, não respeita os dias de descanso, não paga o trabalho suplementar devidamente, não respeita o direito a férias, não respeita os períodos de descanso, contabiliza os períodos de descanso incorretamente, chegando a contabilizar esses tempos mesmo quando os trabalhadores estão de férias, faz os registos de entradas e saídas de forma incorreta, não entrega os recibos de vencimento, não entrega o contrato de trabalho, entre outras situações.”
Segundo os trabalhadores, acrescenta o Sindicato, “ o assédio é constante e para agravar ainda mais a situação a empresa (no dia 29 de janeiro) decidiu cortar o fornecimento de água e eletricidade aos alojamentos dos trabalhadores”.

Uma situação que o Sindicato garante estar a acompanhar, ao mesmo tempo que exige “uma atuação célere das entidades competentes, nomeadamente da Autoridade para as Condições de Trabalho”.

Veja Também

Plataforma informática de apoio ao autocaravanismo no Algarve

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve) apresenta o novo sítio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *