Home / Desporto / A partir de Silves… Volta a Portugal em Motorizadas Clássicas

A partir de Silves… Volta a Portugal em Motorizadas Clássicas

Uma Volta a Portugal em Motorizadas Clássicas em 80 Horas é o que um grupo de amigos de Silves se propõe fazer, com início no dia 6 de dezembro.

A intenção é partir de Silves, às 20h, da Praça Al-Mutamid, circular até Chaves e voltar para o Algarve, viajando até Sagres e daí regressar a Silves, no dia 10 de dezembro.
Esta iniciativa partiu de Nelson Gonçalves, um confesso amante de motorizadas clássicas, que, no ano passado participou numa iniciativa semelhante, com um grupo de participantes maioritariamente de Albufeira.
Por várias razões, como explicou ao Terra Ruiva, alguns interessados não puderam participar nessa viagem, pelo que este ano “decidi pegar nisto outra vez”. Juntou-se assim um grupo de 11 amigos, quase todos da zona de Silves, havendo apenas dois alentejanos.
Cada um viajará na sua motorizada, sendo acompanhados por um jipe de apoio. O objetivo é “testar os nossos limites e os das máquinas”, diz Nelson Gonçalves. Pela sua experiência, “com motorizadas todas com mais de 30 anos” muitas coisas podem acontecer…
A esses imprevistos soma-se a dificuldade em executar esta ideia. “Isto não é um passeio, é mais uma prova. A primeira etapa tem 700 e tal quilómetros, são mais de 20 horas a rodar, numa altura em que faz muito frio”, sublinha. Nesse contexto de dificuldades materiais e humanas, esta prova acaba por ser também “um teste à capacidade de união e de humildade, ao fim de umas horas a andar, já cansados, todos acabam por ficar impacientes, e esta prova testa a nossa paciência e o nosso lado humano”.


Nesta Volta a Portugal em Motorizadas Clássicas não há quaisquer pagamentos ou apoios monetários. Os participantes entram nisto “por amor à camisola” e suportam os custos, tendo, no entanto, alguns apoios logísticos, como da Junta de Freguesia de Silves e das autarquias dos locais onde farão as paragens, nomeadamente em Coimbra e Bombarral. A mais significativa será feita na Aldeia de Fontes, em Santa Marta de Penagião, onde os espera uma homenagem e uma árvore de Natal feita com componentes de motorizadas…

Fazer toda a Volta a Portugal em 80 horas é um objetivo ambicioso que esperam conseguir cumprir pelo amor que têm às motorizadas, mas sempre “com muito respeito e consciência dos perigos que se encontram na estrada”. No final, trarão muitas histórias por contar…

PartilharShare on Facebook781Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

Obras no Estádio Dr. Francisco Vieira avançam ainda este ano

As obras de reconstrução da cobertura da bancada do Estádio Dr. Francisco Vieira, que foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *