Home / Concelho / Dois homens detidos pela GNR de Silves vão ser julgados em tribunal coletivo

Dois homens detidos pela GNR de Silves vão ser julgados em tribunal coletivo

Os dois homens que em março foram detidos pela GNR de Silves por construírem várias estufas para a produção de canabis e haxixe nas garagens da casa onde moravam, em Albufeira, e num terreno que tinham alugado em Silves, vão ser julgados por um tribunal coletivo, informou hoje a Procuradoria da Comarca de Faro.

Os dois homens, de 32 anos e de nacionalidade britânica, residiam no Algarve desde o primeiro trimestre de 2016 e foram detidos em março deste ano no decorrer de uma operação na qual a GNR de Silves desmantelou “seis estufas, apreendeu mais de 30 quilos de canábis, 480 plantas e ainda cogumelos alucinogénios”.

Segundo o comunicado do Ministério Público, os arguidos dispunham de equipamentos com “alguma sofisticação” como “aparelhos de extração e filtragem do ar e mangas para circulação do ar, que suprimiam odores e diminuíam o ruído”, além de terem as paredes forradas com alumínio. “Depois de produzido, os arguidos prensavam, embalavam e vendiam o estupefaciente”.
A investigação foi dirigida pela secção de Silves do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro.

Veja Também

Depois de uma tarde muito dura, Silves prepara-se para uma noite de inquietação

As imagens do pânico que se viveu esta tarde no Enxerim, às portas de Silves, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *