Home / Sociedade / História & Património / Trabalhos arqueológicos no Castelo de Silves

Trabalhos arqueológicos no Castelo de Silves

Os mais recentes trabalhos arqueológicos no Palácio das Varandas, uma estrutura do século XI, existente no Castelo de Silves terminaram no dia 8 de setembro.

Esta intervenção” teve como objetivo retirar os estuques decorados existentes no local, tendo em vista a sua restauração e reconstituição gráfica para posterior estudo e musealização”, como informa a Câmara de Silves que apoia a realização destes trabalhos que têm estado a ser dirigidos  por Rosa Varela Gomes e Mário Varela Gomes, da Universidade Nova de Lisboa, com a participação de vários alunos desta instituição.

A autarquia recorda que «o projeto de musealização do Castelo de Silves no âmbito do programa Silves Polis colocou à vista, no sector sudeste e sob palácio almóada existente a nascente, fragmentos de estuques correspondentes a sectores de arcarias, decoradas através de incisões e de pintura, assim como porções de paredes, ornamentados com motivos de carácter epigráfico, fitomórfico e geométrico que estavam sobre pavimento do século XI.

Aliás, Silves é possuidora do maior conjunto de estuques decorados islâmicos existente em Portugal. Esse trabalho de exumação da totalidade destes testemunhos, que evitará o seu desaparecimento devido à sujeição às diversas condições climatéricas, tem vindo a ser executado ao longo dos últimos anos e tem permitido a recuperação de importantes peças.

É de referir que o palácio das Varandas de Silves, famoso no Ocidente Peninsular, foi mencionado na eloquente poesia “Evocação de Silves”, de Al-Mu’tamid, o rei poeta, onde o mesmo recorda, com saudade, os tempos de juventude passados neste palácio.»

Veja Também

Casa Museu João de Deus promove sessão de poesia mediativa e hora do conto

No âmbito da sua programação regular, a Casa Museu João de Deus (CMJD) apresenta, durante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *