Home / Concelho / Proteção Civil de Silves em alerta vermelho depois de Governo declarar Calamidade Pública

Proteção Civil de Silves em alerta vermelho depois de Governo declarar Calamidade Pública

Na sequência da ativação por parte do Governo do Estado de Calamidade Pública, com efeitos preventivos, foi ativado o Plano Distrital de Emergência e Proteção Civil. Consequentemente, está também ativado o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil de Silves, com os meios todos em “alerta vermelho”.

Em nota emitida pela Câmara Municipal de Silves chama-se a atenção dos cidadãos para esta situação e para as medidas a tomar.

A ativação deste Estado de Calamidade Pública abrange, além do Algarve, regiões Cento e Norte e o distrito de Beja e tem efeitos preventivos, visando precaver o surgimento de mais incêndios, numa conjuntura de temperaturas muito altas, já que é possível que os termómetros subam aos 40 graus, sobretudo nas zonas do interior. Uma situação que se deve agravar no domingo.
Assim, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) relembra aos cidadãos que não é permitido a
• Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
• Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
• Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
• O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
• Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
• A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas. Acresce referir que, no âmbito do Despacho Conjunto que profere a Declaração de Calamidade, foi determinada a:
• Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessam;
• Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão;
• Suspensão de todas as autorizações de lançamento de fogos-de-artifício que possam ter sido emitidas, nos referidos concelhos e enquanto vigorar o estado de calamidade;
• Proibição total da utilização em todos os espaços rurais de máquinas de combustão interna ou externa, onde se incluem todo o tipo de tratores e máquinas agrícolas ou florestais, bem como realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras, corta-matos e destroçadores;

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) recomenda ainda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.

Veja Também

Pintura no novo Parque de Feiras de Alcantarilha

A Câmara Municipal de Silves procedeu à pintura de paredes e muros na zona envolvente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *