Home / Sociedade / Cultura / “Os Filhos da Terra” debatem: “Uma imagem ainda vale mais do que mil palavras?”

“Os Filhos da Terra” debatem: “Uma imagem ainda vale mais do que mil palavras?”

Laura Ravéra (jornalista da Take 5), André Boto (fotógrafo), Andreia Jorge Luís (repórter da TVI) e João Ribeiro (operador de câmara na Benfica TV) são os convidados da primeira sessão de 2017 do ciclo “Os Filhos da Terra Também tem Nome”.

A iniciativa tem lugar no dia 29 de abril, no Teatro Mascarenhas Gregório, pelas 21h30, e é promovida pela Câmara Municipal de Silves.

“Uma imagem ainda vale mais do que mil palavras?”  – é o tema deste serão de conversas informais que irá juntar em palco estes quatro “filhos da terra”, com fortes ligações ao concelho de Silves, todos eles com percursos profissionais ligados a diversas áreas da comunicação. A moderação estará a cargo de Carlos Rocha, do Município de Silves.

A entrada é livre.

 

Laura Ravéra, nasceu em Campo Maior, no Alentejo. Veio para o Algarve com 2 anos, tendo residido e feito toda a formação escolar em Silves, até aos 18 anos. Tirou a licenciatura em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica e após concluir decidiu iniciar o mestrado em Estudos dos Media e Jornalismo, pela Universidade Nova de Lisboa.

O seu caminho profissional começou a desenhar-se ainda durante o mestrado, quando uma candidatura espontânea lhe valeu um estágio curricular na TVI, na produção do programa Você na TV, entretenimento. Atualmente é jornalista na produtora Take 5 (que trabalha para a TVI), em Faro, onde reside há 3 anos.

André Boto nasceu em Lagos mas fez toda a sua infância em Silves.
Em 2007 concluiu a Licenciatura em Artes Decorativas, na Escola Superior de Educação de Beja. Em 2008 completou o curso de Fotografia Avançada e Fotografia Conceptual (em 2009) na Oficina da Imagem, onde hoje é professor.
Neste momento, reside na área de Lisboa e efetua maioritariamente trabalhos fotográficos na área de projetos criativos de autor, decoração, fotografia publicitária, arquitetura, interiores e industrial.
Aos olhos do autor, a fotografia trata-se apenas de um meio de comunicação, um veículo para transportar ideias e/ou impulsos visuais. Assim, o objetivo é o de produzir imagens de grande impacto e força suficiente para despertar a atenção do leitor.
Desde sempre com uma forte ligação às artes, as suas influências vêm do passado, de uma altura em que ainda não se dedicava à fotografia. Trabalhando com base no estilo Surrealista, M.C.Escher, Rene Magritte ou Salvador Dali começaram por ser as suas primeiras grandes fontes de inspiração.
Em 2009, consegue o certificado QEP – Qualified European Photographer, na categoria de Fotografia Ilustrativa. Em 2010, torna-se o primeiro Master QEP português, e o mais jovem europeu a consegui-lo.
Ainda em 2010, conquista o prémio de Fotógrafo Europeu do Ano de 2010, pela FEP – Federação Europeia de Fotógrafos Profissionais e é designado Embaixador do Ano Internacional da Juventude, sob a chancela das Nações Unidas.
Ao todo, conta com mais de 100 diferentes distinções na área da fotografia, nacional e internacionalmente. Realiza com frequência exposições individuais e coletivas e já foi orador em diversos eventos em Portugal e no estrangeiro.

Principais Distinções:

· Segundo Certificado Master QEP – Com trabalho de fotografia de interiores, 2016
· Fotógrafo Europeu do Ano 2010, pela FEP – Federation of European Professional Photographers;
· Master QEP – Master Qualified European Photographer (2010);
· Embaixador do AIJ – Ano Internacional da Juventude, sob a chancela das Nações Unidas;
· QEP em Retrato, (2010) QEP em Fotografia Ilustrativa (2009);
· 5 Medalhas de ouro, 3 de prata e 1 de bronze no FEP – European Photographer of the Year 2010;
· Projeto nomeado para melhor trabalho fotográfico, na categoría de Artes Visuais, no Premio Autores 2010 SPA / RTP, Jan, 2010;

Andreia Jorge Luís tem 33 anos e é jornalista da TVI e TVI24.
Em 2008 licenciou-se em Comunicação Social e Cultural na Universidade Católica Portuguesa. No decurso da licenciatura teve os primeiros contactos com o mundo do jornalismo. Estagiou na redação do jornal Globalnotícias (pertencente ao Diário de Notícias) e de seguida no já extinto Rádio Clube Português.
No último ano do curso, ingressou no Erasmus em Leipzig, na Alemanha, numa das mais conceituadas universidades da área. A experiência durou seis meses.
Foi no âmbito do mestrado, no final de 2008, que iniciou o seu estágio na TVI, que durou seis meses. Em 2013 foi chamada a integrar a equipa de jornalistas da TVI.

João Rosa Ribeiro, desde muito cedo teve curiosidade e paixão crescentes pelo mundo da televisão, gosto que partilha com o seu pai. É operador de câmara na Benfica TV, com formação em Realização pela ETIC – Algarve. Como profissional nesta área tem desenvolvido diversos trabalhos para entidades, entre as quais está a Câmara Municipal de Silves, para quem executou um vídeo de apresentação do concelho e reportagens sobre eventos, como a 1.ª Mostra Silves Capital da Laranja. É um perfecionista, que procura crescer cada vez mais na sua área, investindo em formação e em novos equipamentos que o desafiem e melhorem a qualidade do seu trabalho.

 

Veja Também

Projeto FLAMINGO apoiado pelo Município de Silves

No âmbito do Projeto Flamingo, apoiado pelo Município de Silves, a APEXA – Associação de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *