Home / Sociedade / Política / CDU recandidata Rosa Palma para a Câmara Municipal de Silves

CDU recandidata Rosa Palma para a Câmara Municipal de Silves

A CDU apresentou ontem ( dia 18 de abril) a recandidatura de Rosa Palma à presidência da Câmara Municipal de Silves.
No popular Café da Rosa, no Largo do Município, onde estiveram presentes os autarcas da CDU, várias dezenas de cidadãos e Vasco Cardoso, do Comité Central do PCP, a atual presidente da Câmara Municipal de Silves começou por falar do “profundo orgulho e satisfação” mas também do “enorme sentido de responsabilidade” com que encarou o convite da CDU para se recandidatar.


Na sua intervenção, Rosa Palma considerou que este convite significa “o reconhecimento de que a equipa que dirige o Município de Silves desde 21 de outubro de 2013, tem vindo a desenvolver um trabalho sério, valioso e globalmente positivo em prol das populações do concelho de Silves.”
Seguidamente, Rosa Palma destacou os momentos mais importantes da atividade desenvolvida pelo executivo CDU, nomeadamente o “saneamento financeiro” da Câmara; a “reorganização orgânica dos serviços municipais”; o “lançamento de importantes empreitadas”; o investimento na educação, na cultura, no desporto e na “maximização do aproveitamento dos equipamentos e recursos existentes”, bem como o “reforço dos apoios” às coletividades, clubes, instituições, corporações de bombeiros e pessoas e famílias carenciadas.
Rosa Palma destacou ainda o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo executivo CDU na “prestação de serviços públicos essenciais nas áreas do abastecimento de água e saneamento e do sistema da limpeza e higiene pública” e da “renovação da frota de máquinas, viaturas e demais equipamentos”.
“É este o caminho que vamos prosseguir, com pensamento estratégico para estes sectores, tendo a plena consciência que ainda há muito por fazer e melhorar, mas nunca perdendo de vista a defesa da natureza pública da prestação destes serviços”, destacou a candidata da CDU.
Falou ainda “da dinâmica, amplitude e qualidade da atividade municipal” que considerou “visível com a organização de vários eventos fundamentais” tais como a 1ª Mostra “Silves, Capital da Laranja”, o Sunset Secrets – Quintas do Castelo”, o “Jazz nas Adegas”, o Festival de Teatro e a Feira Medieval.
“É este o caminho que vamos prosseguir, dando projeção ao concelho, valorizando o que temos de melhor”, disse.
A candidata Rosa Palma lembrou ainda que o seu executivo baixou as taxas municipais “com o propósito de estimular o investimento” e que está a desenvolver “ambiciosas políticas públicas de reabilitação urbana”.
Como “traço distintivo da atividade municipal sob Maioria CDU” apontou o exemplo das “relações entre as Freguesias e Uniões de Freguesias do Concelho de Silves, objeto de tratamento igualitário, cuja cooperação mútua e articulada e subordinada à resolução dos problemas das populações, com partilha de meios e recursos disponíveis e melhoria da qualidade dos serviços prestados”.


Outro exemplo foi o facto da autarquia de Silves ter sido a primeira no Algarve a estabelecer as “35 horas semanais” para os funcionários, tendo ainda “levado a cabo importantes investimentos na implementação do Programa de Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho, na aquisição de vestuário e fardamentos, na modernização dos locais e condições de trabalho” e outros.
No final da sua intervenção, Rosa Palma mostrou-se confiante que “ a dimensão, a amplitude e a qualidade do trabalho desenvolvido em Silves” será “motivo suficiente para acreditar que é possível reforçar a maioria na Câmara Municipal de Silves” e noutros órgãos autárquicos do concelho.
“Tudo faremos, até ao final do mandato, como aliás tem sido a prática dos últimos três anos, para manter o ritmo do trabalho em níveis elevados e para merecer a confiança da população do concelho de Silves, seguindo “o espírito de bem-servir e a dedicação plena, de corpo e alma, à causa da defesa dos interesses das populações e do território municipal”.

Assim, a candidata da CDU apelou “à participação não apenas do vasto coletivo de apoiantes da CDU, ao seu ativismo e entusiasmo, mas também de toda a população em geral, independentemente das suas idades, crenças e filiações, que se revejam neste projeto, enquanto fatores indispensáveis para a continuidade da nossa missão no Município Silves, em prol do interesse público e das populações, que é no fundo a razão de ser da minha recandidatura e da nossa intervenção política”.

(Ver intervenção completa, aqui:Apresentação candidatura Rosa Palma

No mesmo sentido foi a intervenção do dirigente do PCP, Vasco Cardoso, que lembrou a “gestão desastrosa do PS e PSD” anteriormente à frente da Câmara Municipal de Silves, e a importância da população votar em “autarcas comprometidos com o desenvolvimento social”.
“Quem vive e trabalha aqui em Silves conhece o trabalho que tem sido feito com a gestão CDU e o que o concelho perdeu com os anteriores executivos” disse Vasco Cardoso.
O dirigente do PCP destacou que era com “confiança e também com orgulho” que a CDU apresentava a candidatura a um segundo mandato à Câmara Municipal de Silves, de “Rosa Palma, o rosto de um projeto coletivo”. Projeto esse, sublinharia, marcado pelo lema dos autarcas da CDU: “Trabalho, honestidade, competência.”

Veja Também

Lançadas as bases de trabalho para a criação da Área Marinha Protegida de Armação de Pêra

As bases do projeto de criação de uma Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *