Home / Economia & Emprego / Economia / Silves entre os concelhos do País com maior recuperação de preços no imobiliário

Silves entre os concelhos do País com maior recuperação de preços no imobiliário

O concelho de Silves é o 8º concelho do país que regista uma maior recuperação de preços no imobiliário, depois da profunda crise que atingiu o país e de forma particular o Algarve.

Segundo o estudo do Confidencial Imobiliário, divulgado pelo jornal Expresso no passado fim de semana, o concelho de Silves surge na 8ª posição a nível nacional, com uma recuperação de 21%, com o preço por metro quadrado de 1108€.

Com melhores resultados nacionais estão (por esta ordem): Lisboa, Faro, Olhão, Cascais, Loulé, Oeiras; Lagoa, Silves.
Seguem-se depois os concelhos de Albufeira, Portimão, Lagos, Tavira, Porto, Braga, Vila Real de Santo António, Vila do Bispo, Caminha e Odivelas.

Este estudo teve como base a informação cedida pela 400 empresas mediadoras imobiliárias de todo o país e que fazem parte da sua amostra. A partir do preço mínimo que foi atingido nos vários municípios (no 2º semestre de 2013 e no 1º semestre de 2014) a recuperação em 2016 verifica-se não apenas nos centros de Lisboa e do Porto mas muito em especial no Algarve.
Em declarações ao Expresso, o diretor do Confidencial Imobiliário sublinha que “o Algarve foi uma das regiões que mais sofreu com a crise e uma das que mais perdeu valor. Estas subidas que agora se registam refletem as quedas anteriores”.

A animar o imobiliário algarvio está a recuperação do mercado tradicional, nomeadamente o de segunda habitação, bem como o aparecimento de novos mercados, como o de cidadãos franceses e outros estrangeiros que procuram cada vez mais alternativas aos grandes centros urbanos.

PartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someonePin on Pinterest0

Veja Também

2º Fim de Semana com Sabor a Laranja- Inscrições para restaurantes estão abertas

Está aberta, até ao dia 7 de outubro, a fase de inscrições para os restaurantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *