Home / Algarve / Muitos atrasos e supressão de comboios levam PCP a questionar o Governo sobre a Linha do Algarve

Muitos atrasos e supressão de comboios levam PCP a questionar o Governo sobre a Linha do Algarve

O deputado Paulo Sá, eleito pela CDU no Algarve, voltou a questionar o Governo sobre “diversos problemas na Linha do Algarve” que têm provocado “atrasos e supressão de comboios”.

São vários os exemplos que o deputado apresenta: “ em dezembro de 2016, verificou-se, com alguma frequência, a supressão do comboio regional que parte de Vila Real de Santo António às 7h05 e chega a Faro às 8h10, provocando atrasos de 20 minutos (em média) na partida do comboio intercidades Faro-Lisboa.
No dia 12 de janeiro, verificou-se uma avaria na sinalização entre Faro e Lagos, provocando atrasos significativos (entre 35 e 45 minutos).
No dia 13 de janeiro, a avaria do motor de uma automotora provocou a supressão de um comboio, levando a atrasos superiores a uma hora.
No dia 14 de janeiro, foi suprimido um comboio que efetuava a ligação Lagos-Faro, tendo sido substituído por um autocarro (o qual, contudo, não fez todas as paragens do comboio); esta circunstância provocou um atraso no comboio Alfa Pendular que parte de Faro às 7:00.
Nos dias 17, 19 e 22 de janeiro, avarias nas automotoras provocaram atrasos significativos em algumas ligações.
No dia 23 de janeiro, um problema no comboio regional que efetua a ligação Vila Real de Santo António – Faro, provocou um atraso de 13 minutos no comboio Alfa Pendular que parte de Faro”.

Para o deputado do PCP, “ a ocorrência destes atrasos e supressões de comboios não é alheia a um conjunto de problemas na Linha do Algarve para os quais o PCP tem vindo a chamar a atenção”, nomeadamente quando em 31 de outubro passado questionou o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas “sobre a melhoria dos transportes ferroviários no Algarve, defendendo que, mesmo antes da concretização da eletrificação da Linha do Algarve (cuja conclusão foi anunciada pelo Governo para meados de 2021), poderiam e deveriam ser realizadas outras intervenções visando a prestação aos utentes de um serviço de melhor qualidade, designadamente a melhoria do material circulante (automotoras a diesel), garantindo a sua fiabilidade e maior comodidade para os utentes”.

Assim, o Grupo Parlamentar do PCP, por intermédio do deputado Paulo Sá, eleito pelo Algarve, voltou a questionar o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, sobre as causas dos problemas apontados e que medidas serão tomadas para os evitar e resolver.

Veja Também

Seminário sobre Turismo Sénior

No âmbito do Ciclo de Conferências em Turismo Acessível vai decorrer um Seminário sobre Turismo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *