Home / Sociedade / Ambiente & Ciência / S. Marcos da Serra teve o 2º maior incêndio de 2016

S. Marcos da Serra teve o 2º maior incêndio de 2016

No balanço final dos incêndios ocorridos em 2016, no Algarve, constata-se que o concelho de Silves, além de ter sido o que registou maior número de ignições, foi também aquele onde ocorreram dois dos três maiores incêndios.
De acordo com os dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o segundo maior incêndio do ano, com uma área ardida de 1.782 hectares, ocorreu na freguesia de S. Marcos da Serra (e parcialmente na freguesia de S. Bartolomeu de Messines). Já o terceiro maior incêndio aconteceu no Almarjão, na freguesia de Silves, onde arderam 150 hectares.
Quanto ao maior incêndio aconteceu na Fóia, em Monchique, tendo alargado o seu perímetro ao concelho de Portimão, e dele resultou uma área ardida de 3.745 hectares.
Em 2016 verifica-se que no Algarve o total da área ardida tem um valor dez vezes superior ao registado em 2015, mas estes três incêndios são os responsáveis pela grande parte da área ardida.
De referir ainda que os incêndios foram todos investigados pela GNR, que concluiu ter havido uma diminuição das causas negligentes, de 34% em 2015 para 29% em 2016, mas, em contrapartida, um aumento das causas intencionais, de 8% em 2015 para 13% em 2016. Este ano, foram detidos dois homens em flagrante delito pela prática de crime de incêndio florestal, um em Loulé e outro em Monchique, tendo sido constituídos arguidos 33 homens, por este delito.

Veja Também

Depois do inferno, a calma. Veremos se veio para ficar

Esta manhã, o ponto de situação feito pela 2ª comandante operacional da Autoridade Nacional da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *