Uma exposição com os trabalhos da ceramista Margarida Palma Gomes intitulada “Jardim de Natal… o Paraíso fez-se Natal” pode ser vista na Biblioteca Municipal de Silves, até ao dia 6 de janeiro.
A mostra inclui diversos presépios e trabalhos alusivos ao Natal e  dão nota da estética muito característica desta ceramista do concelho de Silves.

expo-margarida

 

SOBRE A EXPOSIÇÃO E OS TRABALHOS DE MARGARIDA PALMA GOMES:
Texto de Dina Adão (Jornalista e Bibliotecária):

 

«Nota de gosto…
Frescura, cor, dinâmica e originalidade podem ser epítetos a atribuir, à primeira vista, ao trabalho desenvolvido pela ceramista Margarida Gomes. Um olhar mais atento, contudo, encontrará ainda, uma recorrência a simbologias como a semente, a flor, a árvore.
No seu mais recente trabalho, que compete nas minhas preferências com o lado onírico dos Jardins de Natal, as princesas dos corações perdidos trazem um rosto sério e sereno, algo altivo, e têm pombas brancas a segurar a rebeldia dos cabelos. São princesas que têm o condão de chegar longe (os seus braços alcançam as flores mais distantes) e não se assustam que o amor chegue de formas inesperadas. São princesas que suportam o mundo. E dentro do seu grande abraço cabe a identidade dos presépios do Algarve (com a laranja de silves, a cabra algarvia, os frutos secos e os medronhos…); cabem os corações, que são brincos, são anéis, são colares, são o que a criatividade quiser…; cabem os jardins de Natal, saídos de um livro de Lewis Carroll; e isto tudo, diante do olhar atento de gatos e peixes balão. Nunca consigo passar pelo seu trabalho sem me demorar em cada peça. Venho sempre tocada por esse poder a que chamamos criatividade.»

Veja Também

Samuel Úria em concerto, em Silves

Samuel Úria estará em Silves no dia 7 de dezembro, onde atuará no Teatro Mascarenhas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *